quinta-feira, 20 de julho de 2017

O Dia do Amigo e as Amizades mais Populares do Cinema


Neste dia 20 de Julho celebramos o tão popular Dia do Amigo. Numa data em que lembramos das nossas maiores e mais sinceras amizades, nada melhor do que listar algumas das parcerias mais icônicas dentro da sétima arte. Neste especial do Cinemaniac, confira algumas das relações de amizade mais populares da história do Cinema. Um feliz Dia do Amigo! 

- Marlin e Dory (Procurando Nemo)


E começamos como uma das mais populares amizades dentro da animação. Na busca pelo seu pequeno filho Nemo, o peixinho palhaço Marlin encontra na esquecida Dory uma inesperada parceria, construindo uma relação de amigos sincera e completamente adorável. Um dos trunfos para o sucesso deste longa da Pixar.

- Dom e Brian (franquia Velozes e Furiosos)


Apesar dos problemas inicias, Dom e Brian construíram uma das maiores e mais recente amizades dentro da cultura pop. Interpretados por Vin Diesel e pelo saudoso Paul Walker, esta relação acabou se consagrando também na vida real, já que os dois se tornaram grandes amigos fora dos sets de filmagem. Após a trágica morte de Walker, inclusive, Diesel demonstrou publicamente toda a sua consternação, brigando para que o ator tivesse um final honroso em Velozes e Furiosos 7. Tamanha amizade, aliás, fez com que o longa se tornasse o maior sucesso da franquia, arrecadando mais de US$ 1,5 bi nas bilheterias de todo o mundo.

- Woody e Buzz (Trilogia Toy Story)


Considerado uma das primeiras animações completamente criada através de recursos digitais, Toy Story mostrou a habilidade da Pixar em construir grandes amizades. Apesar da incompatibilidade inicial, já que Woody acreditava que Buzz iria roubar o espaço dentro do coração do seu dono, estes dois carismáticos brinquedos nos brindaram com uma daquelas inesquecíveis parcerias. Vide o espetacular Toy Story 3, que culmina num clímax que mais parece uma ode a amizade. Como diz a canção tema do filme: "amigo estou aqui".

- Thelma e Louise (Thelma e Louise)


Numa das maiores amizades femininas do cinema, Thelma e Louise simbolizaram uma daquelas relações cada vez mais raras dentro do cinema atual. Interpretadas por Susan Sarandon e Geena Davis, as duas personagens deixam para trás os seus respectivos problemas pessoais e se unem num road-movie definitivo sobre o tema.

- Andy e Red (Um Sonho de Liberdade)


Melhor avaliação dentro do site IMDB, referência internacional no que diz respeito a avaliação no Cinema, Um Sonho de Liberdade nos apresentou a inesquecível amizade entre Andy e Red. Narrando o dia a dia de um grupo de presidiários, o longa estrelado por Tim Robbins e Morgan Freeman mostra que uma amizade verdadeira pode também ser construída dentro de um ambiente hostil. Méritos para o autor da obra original, o cultuado escritor Stephen King, que reconhecido por construir grandes parcerias se destacou também por títulos como A Espera de um Milagre, e a aclamada relação entre o chefe de um presídio (Tom Hanks) e um misterioso preso (Michael Clarke Duncan).

- Mikey, Gordo, Bocão e Dado (Os Goonies)


Na boa, acho que não preciso nem escrever muito sobre Os Goonies. Dirigido por Richard Donner, o longa se tornou sinônimo de excelente aventura. Trazendo alguns dos mais marcantes personagens infantis do cinema, entre eles o esperto Mikey (Sean Astin), o hilário Gordo (Jeff Cohen), o corajoso Bocão (Corey Feldman) e o engenhoso Dado (Jonathan' Ke Huy Quan), os Goonies usou a amizade como trampolim para uma trama lúdica e singular. Um filme familiar que não subestima a inteligência do seu público. Uma fantástica caça ao tesouro. 

- Daisy e Hook (Conduzindo Miss Daisy)


Uma velhinha ranzinza e preconceituosa, um motorista pacato e zeloso, uma amizade sincera e inesquecível. Interpretados com maestria por Morgan Freeman e Jessica Tandy, Conduzindo Miss Daisy constrói uma daquelas relações de amizade capazes de superar não são as barreiras do preconceito, mas também os limites do tempo. Mais um dos trabalhos definitivos sobre o companheirismo, vencedor do Oscar de Melhor Filme em 1990.

- Frodo e Sam (Trilogia Senhor dos Anéis)


Uma das maiores trilogias já concebidas tem também um dos mais importantes 'bromances' da história. A amizade entre Frodo (Elijah Wood) e Sam (Sean Astin) deu provas que um amigo de verdade vai até o fundo de um vulcão para te salvar. De longe, uma das relações de amizade mais icônicas dentro da cultura pop.

- Harry, Hermione e Ron (franquia Harry Potter)


Um dos grandes fenômenos culturais da última década, a franquia Harry Potter nos apresentou ao carismáticos trio de amigos Harry Potter, Hermione Granger e Ron Weasley. Interpretador por Daniel Radcliffe, Emma Watson e Rupert Grint, os três cresceram diante do seu público, construindo um forte e sincero laço de amizade ao longo dos oito filmes da série. 

- Gordie, Terry, Vern e Chris (Conta Comigo)


Olha o Stephen King de volta a lista. Clássico filme sobre a amizade, Conta Comigo narra a jornada de amadurecimento do quarteto Gordie, Teddy, Vern e Chris. Estrelado por Wil Wheaton, Corey Feldman, Jerry O'Connell e River Phoenix, o longa mostra a ligação de quatro jovens aventureiros ao longo de uma corrida pela auto-afirmação. Ao lado de Os Goonies (1985), Conta Comigo se mostrou um dos grandes filmes sobre a amizade na infância\adolescência da década de 1980.

- Spock e Kirk (Star Trek)


"O espaço, a fronteira final...". Foi assim que se iniciou uma das grandes amizades da cultura pop. Em Star Trek, além de acompanharmos as aventuras da nave Enterprise, conhecemos também a forte amizade entre o vulcano Spock e o capitão Kirk. Interpretados inicialmente por William Shatner e pelo saudoso Leonard Nimoy, e mais recentemente pelo carismático Chris Pine e pelo competente Zachary Quinto, esta fiel amizade conquistou uma legião de "trackers", sendo consagrada através da série de TV e dos muitos filmes sobre a franquia. 

- Shaun e Ed (Todo Mundo Quase Morto)


Uma amizade que ultrapassa a barreira da vida. A dupla Shaun e Ed, vivida por Nick Frost e Simon Pegg, constrói uma excelente parceria em Todo Mundo Quase Morto. Os dois, no entanto, não só sobreviveram a um apocalipse zumbi juntos, mas apareceram ainda em Chumbo Grosso e Heróis de Ressaca.

- Sean, Patrick, Horace, Rudy, Eugene e Willey (Deu a Louca nos Monstros)


No quesito "crianças contra o mundo", no entanto, é impossível não recordar também do subestimado Deu a Louca Nos Monstros. Equilibrando aventura e terror com absurda categoria, a aventura dirigida por Fred Dekker me arrancava sustos, risos e lágrimas ao narrar as desventuras de um corajoso grupo de amigos que se vê em apuros ao se deparar com um grupo de monstros liderados pelo temido Conde Drácula (Duncan Regehr). Juntos, o devotado quinteto de amigos Sean, Patrick, Horace, Rudy e Willey se torna a última linha de defesa entre uma pequena cidade e uma monstruosa ameaça numa aventura divertidíssima. Um filme excelente que, no auge dos anos 80, foi "escondido" por clássicos do porte de Os Goonies, E.T, Os Garotos Perdidos e Conta Comigo. 

- Martin e Roger (Quadrilogia Máquina Mortífera)


Nem uma bomba em uma privada é capaz de separar esses dois. A improvável dupla de policias Martin (Mel Gibson) e Roger (Danny Glover) é o grande exemplo de como os opostos se atraem. Enquanto Martin é um policial que vive no limite, não gosta de ter parceiros e quase sempre age sem pensar, Roger é aquele cara experiente, tranquilo, que só que conseguir sobreviver aos últimos dias antes de sua aposentadoria. A parceria dos dois, no entanto, rendeu quatro filmes e se tornou um dos grandes clássicos do cinema de ação da década de 1980.

- Debi e Lóide (Debi e Lóide e Debi e Lóide 2)


Um dos "bromances" mais estúpidos já produzidos, o longa estrelado por Jim Carrey e Jeff Daniels é, ainda hoje, uma das comédias mais divertidas das últimas décadas. Primeiro longa dos irmãos Farrelly, Debi e Loide provou que uma grande amizade pode superar, até mesmo, a completa idiotice. 

- Butch Cassidy e "The Sundance Kid" (Butch Cassidy)


Uma das maiores amizades da história do cinema, Butch (Paul Newman) e Sundance (Robert Redford) mostraram em Butch Cassidy que uma parceria pode superar tudo. Desde bandidos à um amor em comum. Newman e Redford, aliás, se tornaram grandes amigos fora das telas.

- Hogart e Iron Giant (O Gigante de Ferro)


Indiscutivelmente, O Gigante de Ferro é uma das animações mais subestimadas dos anos 1990. Quiçá da história do gênero. No longa conhecemos Hogart, um jovem sonhador que descobre a existência de um misterioso e enorme robô em sua cidade. Inicialmente com medo, logo ele constrói uma carismática relação de amizade com esta criatura, sem saber os motivos que o levaram a estar naquele lugar. Dirigido por Brad Bird, dos igualmente ótimos Os Incríveis e Missão Impossível: Protocolo Fantasma, O Gigante de Ferro mostra que quem vê cara não vê coração. Ou melhor, neste caso, placa mãe. 

- Felix e Oscar (Um Estranho Casal)


Uma das maiores parcerias dentro e fora do cinema, Felix e Oscar acabaram se tornando um dos pioneiros dentro do "bromance". Amigos dentro e fora das telas, Jack Lemon e Walter Matthau se tornaram colaboradores recorrentes. A dupla protagonizou ainda uma continuação, que no Brasil foi chamada de Meu Pior Inimigo, e estrelou também Dois Velhos Rabugentos e Dois Velhos Mais Rabugentos. No entanto, apesar da fórmula idêntica, nesses dois últimos os personagens eram chamados de John e Max.

- Seth e Evan (Superbad)


Responsável por apresentar os ótimos Jonah Hill, Emma Stone e Michael Cera, Superbad: É Hoje conquistou o público e a crítica ao apresentar a devotada relação entre Seth e Evan. Convivendo com a iminente "separação" após o término do 'high-school', a dupla resolve tentar aproveitar os últimos dias pré-universidade numa noitada recheada de reviravoltas. Como se não bastasse a excelente química entre Hill e Cera, o longa dirigido por Greg Mottola arrancou inúmeras risadas ao mostrar as "vitórias" e as "derrotas" da dupla, culminando em sequências impagáveis. 

- Han Solo e Chewbacca (Star Wars)


Numa parceria que vai retornar as telonas em 2015, Han Solo e Chewbacca construíram um dos laços de amizades mais marcantes dentro da icônica franquia Star Wars. Interpretados por Harrison Ford e Peter Mayhew, a dupla de mercenários comprova que pode existir um enorme elo mesmo entre espécies distintas. 

- Totó e Alfredo (Cinema Paradiso)


Numa das mais consagradas e comoventes amizades do cinema, Totó e Alfredo fazem de Cinema Paradiso um dos clássicos definitivos sobre tema. Utilizando o amor pela sétima arte como um singelo pano de fundo, o longa dirigido por Giuseppe Tornatore sensibiliza ao narra a amizade de um jovem fã de cinema e um ranzinza projecionista italiano. Sem dúvida alguma, um dos meus filmes prediletos desta lista. 

- Léon e Mathilda (O Profissional)


No quesito amizades doces e estranhas, a relação entre o assassino Léon e a órfã Mathilda está entre as melhores do cinema. Impulsionado pelas excelentes atuações de Jean Reno e Natalie Portman, o longa dirigido por Luc Besson provoca um misto de emoções ao arquitetar a perigosa (e crescente) amizade  entre dois personagens unidos pelo mundo do crime. Um filmaço. 

- E.T e Elliott (E.T: O Extraterrestre)


Emocionante e sincera, a amizade entre E.T e Elliott fez de E.T: O Extraterrestre um estrondoso sucesso mundial. Vencedor de quatro Oscar, o longa estrelado pelo jovem Henry Thomas mostrou que os alienígenas podem ser extremamente bonzinhos. Recheado de momentos icônicos, Steven Spielberg fez deste expressivo filme sobre a amizade um dos trabalhos mais icônicos de sua carreira. 

- Marty Mcfly e Dr. Emmet Brown (Trilogia De Volta para o Futuro)


Entre idas e vindas no tempo, Marty e Dr. Brown construíram uma das mais geniais amizades do cinema. Estrelado por Michael J. Fox e Christopher Lloyd, o longa apresenta a carismática amizade de um cientista brilhante e o seu aventureiro pupilo. Uma amizade que sobrevive, até mesmo, as viagens temporais. 

- Forrest e Bubba (Forrest Gump)


Um dos personagens secundários mais cativantes do clássico Forrest Gump: O Contador de Histórias, o simpático Bubba (Mykelti Williamson) roubou a cena ao se tornar o grande amigo do icônico personagem interpretado por Tom Hanks. Numa relação capaz de superar os horrores da Guerra do Vietnâ, vide a inesquecível sequência do resgate, a amizade entre os dois se tornou um dos inúmeros grandes trunfos do filme dirigido por Robert Zemeckis. 

- Phillipe e Driss (Intocáveis)


Essa vem direto do cinema francês. Um dos filmes europeus mais bem sucedidos comercialmente dos últimos anos, Intocáveis conquistou o público ao acompanhar a afetuosa amizade entre um conservador tetraplégico (François Cluzet) e um cuidador pouco ortodoxo (Omar Sy). Inspirado numa incrível história real, a relação entre os dois é desenvolvida com extrema energia, culminando numa obra engraçada, emocionante e inegavelmente revigorante. 

- Mei e Totoro (Meu Amigo Totoro)


Pra fechar a lista nada melhor do que um belo exemplar do Studio Ghibli. Criando uma belíssima fábula sobre a amizade e o companheirismo, a parceria entre Mei o o espírito da natureza Totoro mostra que as vezes um singelo relacionamento é a única alternativa para um momento de dificuldade. E se você gostou do tema leia também as nossas listas sobre as amizades mais "curiosas" do Cinema e as novas amizades mais relevantes da Sétima Arte

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...