domingo, 30 de agosto de 2015

Wes Craven, diretor de Pânico, morre aos 76 anos (Atualizado)


Responsável por clássicos como A Hora do Pesadelo e Pânico, o cultuado diretor e roteirista Wes Craven faleceu na tarde deste domingo (30), aos 76 anos, em sua casa em Los Angeles. Segundo a revista Variety, ele vinha lutando contra um câncer no cérebro. Reconhecido por sua grande contribuição ao cinema de Horror, o realizador atraiu as atenções de Hollywood com Aniversário Macabro (1972), seu longa-metragem de estreia. A partir daí, Craven emplacou uma série de clássicos do gênero, com destaque para o brutal Quadrilha de Sádicos (1977) e obviamente para A Hora do Pesadelo (1984). Apresentando o aterrorizante vilão Freddy Krueger, um assassino sarcástico que atacava através dos sonhos, o diretor experimentou o sucesso comercial ao ver o seu longa faturar US$ 25,5 milhões nas bilheterias. Após alguns títulos menores, Craven voltaria a franquia com O Novo Pesadelo: O Retorno de Freddy Krueger (1994). Percebendo a derrocada da série durante o seu afastamento, o realizador decidiu apostar na metalinguagem, colocando o "filme dentro do filme" ao mostrar o vilão atacando os atores que estrelaram o primeiro longa.


Novamente bebendo da fonte da metalinguagem, Wes Craven resolveu questionar os clichês do gênero que o consagrou em Pânico (1996). Dialogando novamente com o público mais jovem, geralmente o seu principal alvo, o diretor introduziu outro clássico ícone do terror: o assassino mascarado Ghostface. Numa trama recheada de mistério e grandes reviravoltas, o longa se revelou o maior sucesso comercial da carreira de Craven, reaproximando o cinema de Terror das grandes bilheterias. Aclamado pela crítica, o filme estrelado por nomes como os de Neve Campbell, Courteney Cox, David Arquette, Rose McGowan e Matthew Lillard faturou US$ 173 milhões ao redor do mundo, se tornando o terceiro mais assistido nos EUA em 1996. Apagando a má impressão deixada na comédia de horror O Vampiro No Brooklyn (1995), Wes Craven voltaria a série ao conduzir o bem sucedido Pânico 2 (1997) e o menos inspirado Pânico 3 (2000). Em meio a estes dois lançamentos, aliás, o realizador mostrou a sua versatilidade ao comandar o drama Música do Coração. Indicado a dois Oscar, a obra conduziu a atriz Meryl Streep a uma de suas muitas nomeações ao prêmio de Melhor Atriz.


Entre os seus últimos trabalhos, Craven acertou em cheio no suspense Voo Noturno (2005) e retornou aos holofotes com o divertido Pânico 4 (2010). (Atualizado) Um dos principais nomes do gênero na atualidade, o diretor James Wan (Jogos Mortais, Sobrenatural, Invocação do Mal) lamentou a morte de Wes Craven em sua rede social. "Não posso acreditar nas notícias. Tristeza sincera e minhas mais profundas condolências com o falecimento de Wes Craven. Verdadeiramente uma das minhas maiores inspirações", admitiu Wan via Twitter. Outro ícone do Terror, John Carpenter (Halloween: A Noite do Terror) também prestou a sua homenagem ao realizador. "Wes nos deixou muito cedo. Ele era verdadeiramente um diretor 'old school'. Eu tive um grande momento o orientando. Eu realmente vou sentir falta dele." escreveu Carpenter lamentando esta perda. Uma das estrelas de Pânico, Courtney Cox (Friends) também veio a público e admitiu que "o mundo perdeu um grande homem". Segundo ela, Craven foi "seu amigo e mentor". Já Rose McGowan (Planeta Terror) pareceu bastante abalada ao homenagear o diretor. "Derramando lágrimas agora. Um gigante nos deixou. Muito obrigado por ter sido o homem mais bondoso, o homem mais gentil e um dos mais inteligentes que eu conheci. Por favor diga que há uma reviravolta na história." escreveu McGowan. Co-presidente da The Weinstein Company e Dimension Films, produtora que levou para os cinemas a série Pânico, Bob Weinstein revelou estar de desolado com a notícia. "Estou de coração partido com a morte de Wes Craven. Nós apreciamos uma relação profissional de 20 anos e mais importante uma amizade próxima e calorosa. (...) Meu irmão (Harvey) e eu somos eternamente gratos por todas as suas colaborações com a gente. O nosso mais profundo pesar à sua família." divulgou Bob Weinstein em uma declaração oficial. 

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...