quarta-feira, 11 de junho de 2014

Top 10 (Novos Romances)

Com mais um Dia dos Namorados se aproximando, o Cinemaniac resolveu prestar um serviço aos casais fãs da sétima arte. Cansados de chegar a esta data romântica e assistir pela enésima vez longas como Uma Linda Mulher, Dirty Dancing, Ghost - Do Outro lado da Vida ou Diário de uma Paixão? Se a sua resposta for sim você veio ao lugar certo. Aproveitando o lançamento de A Culpa é das Estrelas, confira abaixo uma lista com dez dos melhores filmes românticos lançados nos últimos cinco anos.

10ª Até a Eternidade (2010)


Reunindo a nata do cinema francês atual, Até a Eternidade é muito mais do que um filme romântico. É uma comédia-dramática sobre o valor da amizade dentro de uma relacionamento. Contando com nomes como os de Marion Cotillard (Piaf), Jean Dujardin (O Artista), Benoît Magimel (Rios Vermelhos), François Cluzet (Intocáveis) e Gilles Lellouche (Os Infiéis), o longa narra a história de um grupo de amigos que sempre se reunia nas férias de verão. Os planos para um novo encontro, no entanto, acabam adiados quando um deles sofre um grave acidente e fica entre a vida e a morte. Cientes que nada poderiam fazer, o grupo resolve partir para a casa de verão e lá vão viver situações que os colocarão de frente aos seus mais profundos segredos. Não se assuste com as 2 h e 34 de duração, Até a Eternidade é um sensível e tocante longa que merece destaque em meio a falta de originalidade dentro do gênero. 

9º A Delicadeza do Amor (2011)


Seguindo no cinema francês, A Delicadeza do Amor é mais um dos longas do gênero com o padrão de qualidade europeu. Estrelado por Audrey Tautou, a inesquecível Amelie de O Fabuloso Destino de Amelie Poullain, este despretensioso romance vai te surpreender. Tatou vive Nathalie, uma mulher independente, feliz e muito bem casada. Tudo muda, no entanto, quando o seu marido acaba falecendo de forma repentina. Deprimida, Nathalie passa a se fechar para novos relacionamentos, dedicando boa parte de seu tempo ao trabalho. É ai que ela conhece, de forma inusitada, o introspectivo Markus (François Damiens). Um homem desajeitado e tímido que nem cogitava entrar em um relacionamento. Apesar de diferentes, os dois se aproximam, fato que acaba criando um certo mal estar em todos que os cercavam. Um daqueles sinceros e simples trabalhos que só o cinema europeu pode nos proporcionar.

8º Hoje eu quero Voltar Sozinho (2014)


O representante brasileiro da lista, Hoje eu Quero Voltar Sozinho é uma das grandes surpresas de 2014. Baseado no curta-metragem Hoje eu Não quero Voltar Sozinho, o diretor Daniel Rezende ampliou o seu projeto inicial nos brindando com um belo trabalho. Também roteirizado por Daniel, o longa segue os passos de Leonardo (Guilherme Lobo), um jovem cego que vive a expectativa de ter o seu primeiro grande amor. Ao lado da amiga e fiel escudeira Giovana (Tess Amorim), o jovem divide o seu tempo entre a escola e a busca por independência. Em meio a esse vai e vem, Leonardo acaba conhecendo o jovem Gabriel (Fabio Audi), um novo e deslocado aluno que logo se aproxima dos dois. Não demora muito para que Leonardo desenvolva um grande laço de amizade com Gabriel, o que cria uma grande tensão na sua amizade com Giovana. Em cima deste triângulo amoroso juvenil, Daniel Rezende nos apresenta um interessante relato desta nova geração. 

7º Ruby Sparks - A Namorada Perfeita (2012)


Imagine você poder criar a namorada perfeita, daquelas praticamente tiradas das páginas de um livro. Pois bem, essa é a premissa básica da cativante e carismática comédia romântica Ruby Sparks. Estrelada por Paul Dano (Sangue Negro) e Zoe Kazan (Simplesmente Complicado), o longa narra a história de um escritor (Dano) com sérios problemas em encontrar o par perfeito. A situação é tão grave que ele passa a conviver com um grave bloqueio criativo, fato que o impede de publicar bons trabalhos. Desiludido e sem a inspiração que lhe faltava, o escritor resolve criar uma personagem feminina que poderia se apaixonar por ele. De forma inexplicável essa mulher (Kazan) sai das páginas dos livros para a vida real, mudando a vida do escritor de uma forma que ele nunca poderia esperar. Com uma trama repleta de boas sacadas, Ruby Sparks é aquele tipo de filme que conquista o espectador desde a primeira cena. Dos mesmos diretores de A Pequena Miss Sunshine.

6º Ela (2014)


Uma das mais inusitadas histórias de amor apresentadas no cinema, Ela é um relato impressionante sobre uma geração acostumada as relações virtuais. Dirigido e roteirizado pelo criativo Spike Jonze (Adaptação), Ela narra a história de Theodroe (Joaquin Phoenix), um homem deprimido que, após uma traumática separação, passa a se isolar socialmente. Vivendo do trabalho para casa, ele acaba se interessando pela oferta de um novo programa de computador. Construído a partir de uma inteligência artificial, esse programa oferece uma espécie de secretária eletrônica do futuro. Theodore, no entanto, se apaixona pela voz deste programa do computador (Scarlett Johansson), inciando assim uma relação que esbarra nas noções básicas da física. Contando com a estupenda atuação de Joaquin Phoenix e uma fotografia provocativa, Ela é o romance das novas gerações.

5º As Vantagens de Ser Invisível (2012)

Adaptação do best-seller assinado por Stephen Chbosky, As Vantagens de Ser Invisível é um daqueles trabalhos que prometem marcar uma geração. Dirigido pelo próprio Chbosky, o longa ganhou - inicialmente - um grande destaque por ser o primeiro grande desempenho de Emma Watson fora da franquia Harry Potter. Se engana, porém, que acredita que este é o único mérito do longa. Numa incrível adaptação da obra literária, o filme estrelado por Logan Lerman (Percy Jackson) e Ezra Miller (Precisamos Falar sobre Kevin) narra a história de Charlie, um jovem introspectivo que não consegue seu espaço. Com os nervos a flor da pele, o jovem parece próximo de ter um colapso. A vida dele ganha um novo rumo, no entanto, quando ele conhece dois carismáticos amigos: o extrovertido Patrick (Ezra Miller) e a afetuosa Sam (Emma Watson). Os dois então acabam proporcionando uma série de novas experiências a vida de Charlie, incluindo ai uma complicada paixão à primeira vista. Com uma excelente trilha sonora, destaque para a marcante cena ao som Heroes, de David Bowie, As Vantagens de Ser Invisível é uma obra indispensável para os fãs do gênero.

Dos mesmos diretores O Golpista do Anos, Amor a Toda Prova nos apresentou o comediante Steve Carell em um papel completamente diferente do seu costume. Com um elenco recheado de grandes nomes, incluindo ai Ryan Gosling (Drive), Emma Stone (A Mentira), Kevin Bacon (Footloose) e Juliane Moore (Ensaio sobre a Cegueira), essa madura comédia romântica narra a história de Cal (Carell), um homem que acaba surpreendido com o pedido de separação de sua esposa. Agora solteiro, ele parece não conseguir se readaptar a vida social. Tudo muda quando ele conhece Jacob (Gosling), um jovem "Don Juan" que se comove com a baixa estima de Cal. Disposto a dar uma repaginada no homem abandonado, Jacob passa a ensinar uma série de lições para que Cal volte a ser um conquistador. Nesse meio tempo, no entanto, Jacob acaba se apaixonado pela carismática Hannah (Emma Stone), uma mulher completamente diferente das que ele geralmente andava. Apesar de se tratar de uma comédia, eu garanto que esse filme vai te surpreender. Confira e deixe a sua opinião. 

3º Meia Noite em Paris (2011)

Considerado o último grande trabalho de Woody Allen, Meia Noite em Paris é aquele tipo irresistível de comédia romântica. Nos apresentando uma ode a história da arte, o longa estrelado por Owen Wilson, Rachel McAdams e Marion Cotillard, narra a história de Gil (Wilson), um escritor frustrado com o seu trabalho de roteirista em Hollywood. Prestes a se casar, ele viaja ao lado da família de sua esposa para Paris. Encantado com o cenário parisiense, Gil acaba voltando no tempo de forma misteriosa. Ao lado dos seus principais ídolos da arte, Gil não resiste aos encantos da bela Adriana (Marion Cottilard) e incia uma inusitada relação através do tempo. Com Owen Wilson no melhor estilo Woody Allen, Meia Noite em Paris é uma ótima pedida para os casais de namorados fãs de arte. 

2º O Lado Bom da Vida (2012)



Responsável por confirmar todo o talento de Jennifer Lawrence, O Lado Bom da Vida levou os romances ao Oscar 2013. Dirigido por David O. Russel, o longa conseguiu levar para as telonas toda a essência da obra literária assinada por Mathew Quick. Contando com a excelente química entre Jeniffer Lawrence e Bradley Cooper, o filme narra a história de Pat (Cooper), um professor que vê a sua vida mudar após ser traído pela esposa. Após passar um tempo em um clínica de reabilitação psicológica, Pat parece não querer outra coisa a não ser a reconciliação com sua ex-esposa. Nesse meio tempo, no entanto, ele acaba conhecendo a bela e surtada Tiffany (Lawrence), uma instável e carismática viúva. Em situações emocionalmente semelhantes, os dois acabam se aproximando e passam a treinar para um improvável concurso de dança. Como se não bastasse o charme da dupla de protagonistas e a criativa trama, O Lado Bom da Vida nos traz também um inspirado desempenho de Robert DeNiro.  

1º Questão de Tempo (2013)


Considerado um dos melhores filmes de 2013 pelo Cinemaniac, Questão de Tempo é um daqueles longas indispensáveis para os fãs do gênero. Dirigido por Richard Curtis, que traz no currículo trabalhos como Quatro Casamentos e um Funeral, Um Lugar Chamado Nothing Hill e O Diário de Bridget Jones, o longa nos apresenta um inusitada e brilhante mistura de Sci-Fi com comédia-romântica. Na trama, acompanhamos a vida do tímido Tim (Domhnall Gleeson), um jovem desajeitado que sonha com a possibilidade de conseguir uma namorada. Incomodado com uma série de frustrações amorosas, Tim parecia distante do seu objetivo. Tudo muda, no entanto, quando o jovem descobre que ao completar 18 anos ganhará um dom especial: o de viajar no tempo. Ao invés de usar esse dom para ficar rico, ou para se tornar famoso, Tim passa a investir na busca pelo amor de sua vida. É ai que ele conhece a carismática Mary (Rachel McAdams) e passa a tentar conquistar a mulher de seus sonhos. Com uma narrativa tocante e sensível, Questão de Tempo conquista o espectador desde a primeira cena. Uma grande pedida para o Dia dos Namorados.

Menções Honrosas

A Proposta (2009)


"Uma despretensiosa comédia romântica que se destaca pela grande química entre Sandra Bullock e Ryan Reinolds"

Agora e para sempre (2012)

"Uma tocante história sobre a relação entre o amor e a doença."

Como Não Esquecer essa Garota (2012)

  "Uma inusitada mistura de Como se Fosse a Primeira Vez e Amnésia."

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...