segunda-feira, 5 de julho de 2010

Cinemaniac Indica (Perfume de Mulher)

Al Pacino é sem dúvidas, um dos maiores atores que o cinema já conheceu. Com interpretações fortes, grandes personagens e uma entrega pouco vista a seus papeis, o ator conquistou o respeito dos criticos e um lugar de destaque entre os maiores nomes da sétima arte. Dentre muitos personagens marcantes estão inesquecíveis nomes como os de Michael Corleone, da trilogia O Poderoso Chefão, Sonny Wortzik, de Um dia de Cão, Tony Montana, de Scarface, e por que não o Coronel Frank Slade, do não menos excelente Perfume de Mulher.
Lançado no ano de 1992, o longa dirigido por Martin Brest (Um Tira da Pesada) é um retrato real e emocionante sobre como é importante, e as vezes muito complicado, enfrentar os obstáculos da vida e buscar a redenção. Motivador do iníco ao fim, o longa é um drama bem estabelecido como tal, que se desenvolve de maneira eficiente do início ao fim. Sabendo lidar bem com a sensibilidade do tema, Brest consegue retirar o máximo do elenco, principalmente da dupla Al Pacino e Chris O'Donell. Aliás, com quase 2h e 40 min de duração, a dupla consegue manter o ritmo do filme com extrema segurança, mostrando uma ótima química e êxito na tentativa de emocionar o espectador.

Conseguindo fugir de quase todos os clichês apresentados no gênero, o roteiro baseado em obra escrita por Giovanni Arpino, conta a história de Frank Slade (Al Pacino), um tenente-coronel cego, viaja para Nova York com Charlie Simms (Chris O'Donnell), um jovem acompanhante, com quem resolve ter um final de semana inesquecível. Porém, na viagem ele começa a se interessar pelos problemas do jovem, esquecendo um pouco sua amarga infelicidade.

Além da ótima história e das excelentes interpretações de Pacino, O'Donell o filme ainda conta com pequena, porém eficiente participação de Phillip Seymour Hofman (Capote). Somado a isto, Perfume de Mulher nos brinda com uma das cenas mais conhecidas a história do cinema. A dança de tango entre Pacino e uma jovem, em um fino restaurante, é um grande simbolo da sensibilidade e classe com que o filme se desenvolve. Aliás, todos os diálogos entre a dupla são expressivos e além de grandes cenas, passam ao espectador uma "bela lição de vida".

Enfim, nos mostrando uma bela e emocionate história de vida, Perfume de Mulher é muito mais do que um simples filme: é uma aula de cinema. Com um elenco primoroso, grande atuação de Pacino, trilha sonora empolgante e ótima trama, o longa é aquele tipico filme que merece ser deliciado com a mesma sutileza que foi idealizado.

Por que assistir ?
- Pela primorosa atuação de Al Pacino, que consegue interpretar um personagem cego, como nunca antes visto.
- Pela belíssima história apresentada e muito bem conduzida, diga-se de passagem, por Martin Brest.
- Por grandes momentos, como a inesquecível cena de Tango.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...