sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

Cinemaniac Indica (Ventos da Liberdade)

Grande vencedor do Festival de Cannes de 2006, apesar do êxito entre a critica, Ventos da Liberdade não teve muito espaço aqui no Brasil. Infelizmente, pois se trata de uma grande obra, muito bem ambientada, com uma trama envolvente que mostra como a ideologia pode modificar a vida de um homem. Dirigido pelo experiente Ken Loach, o longa mostra o cenário politico Irlandês, na década de 1920, e a criação de um dos movimentos mais controversos da história do Reino Unido, o IRA (Exército Republicano Irlandês).

Com a excelente direção de Loach, o filme conta a história de dois irmãos, Damien e Teddy. Damien, interpretado pelo excelente Cillian Murphy (Extermínio, Batman Beggins) é o irmão estudioso. Formado e com oportunidade de crescer na vida, Damien não se preocupa com a atual situação politica da Irlanda, que vivia numa grande opressão imposta pelo governo Inglês. Já Teddy, bem interpretado por Padraic Delaney, é justamente o oposto de Damien. Trabalhador braçal, o irmão mais velho não se conforma com a atual situação do país e resolve se juntar a um grupo rebelde, para lutar pela independência Irlandesa. Apesar do sonho de partir para a Inglaterra e se tornar um médico, vendo que a situação local era cada vez mais catastrófica, Damien resolve entrar para a luta armada. A partir daí, o grupo parte na tentativa de expulsar o exército Inglês de suas terras, por mais impossível que isso poderia parecer.

Mesmo com uma trama de aparência obviedade, o longa vai mais a fundo mostrando o quanto a ideologia pode transformar a vida de um homem. A partir do momento em que a situação politica da Irlanda começa a sofrer alteração, em função do movimento armado, o diretor tem o grande êxito de mostrar a influência no modo de vida e em toda a sociedade Irlandesa. Com ótimos diálogos e grandes debates, Loach exalta o modo socialista de viver, e enaltece as atitudes do personagens, segundo suas próprias ideologias. Essas atitudes emocionam e surprendem o espectador, colocando em cheque, até mesmo, intensos laços familiares.

Além da ótima trama, e das grandes atuações, Ventos da Liberdade prima pela excelente qualidade técnica. Com uma ótima fotografia e caracterização, o longa consegue um resultado simples, eficiente e bastante encantador, apesar do clima pesado que o longa impôe. Aliás, como todo filme Irlandês, a trilha sonora é encantadora e contribui para todos os momentos de grande emoção. Enfim, Ventos da Liberdade é uma obra que entretém com qualidade e nos mostra um pouco mais do cenário político Irlandês, que até os dias de hoje, ainda não é bem resolvido. Grande filme. Não deixem de assistir.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...