quarta-feira, 24 de junho de 2009

Cinemaniac Indica (Meu nome e Taylor, Drillbit Taylor)

Judd Apatow tem sido nos últimos anos um dos grandes produtores de comédias na atualidade. Seus filmes, desde o fenômeno O Virgem de 40 anos, tem conquistado todos os públicos, em função de uma linguagem atual, e da abordagem cômica sobre temas muito comum na vida de todos. E isso vem se refletindo nos sucessos de seus filmes. Além de O virgem, Ligeiramente Gravidos, Super Bad, Ricky Bobby, e Meu nome e Taylor, obtiveram ótima aceitação e com certeza provocaram muitas risadas nos espectadores.

Com o roteiro produzido com a colaboração de Seth Rogen, outro que tem obtido grande destaque com os filmes de Judd Apatow, Meu nome é Taylor, faz uma ode ao mundo nerd. Os personagens criados por ele exaltam o ato de ser Nerd, transformando este segmento muito comum nas escolas de todo o mundo, em algo popular e de certa maneira cool.

No filme, três jovens nerds (um gordinho engraçado, o outro magricela desengoncado e o baixinho amedrontado) passam por uma série de situações constrangedoras, quando passam a virar alvo de dois marmanjões incontroláveis. Depois de algum tempo sendo perturbados por eles, os três adolescentes decidem contratar como guarda-costas um ex-soldado (Owen Wilson). Mas o cara se revela um tremendo atrapalhado, o que coloca os garotos em problemas muito maiores.

O mais interessante nos filmes de Rogen, é que o politicamente correto, muito comum em coméias da década de 90, não é recorrente. Quando a gente espera que a situação vai ser resolvida de maneira pacífica, (politicamente correta), que o desfecho será aquele perfeito, estamos enganados e o resultado se torna realmente hilário. Por isto não deixem de assistir Meu Nome é Taylor, Drillbit Taylor, um filme atual, engraçado e bastante agradável.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...