terça-feira, 25 de novembro de 2008

Cinemaniac Indica (Orgulho e Preconceito)

Mesmo no auge da revolução tecnológica, onde cada vez mais os filmes apresentam recursos visuais absurdos e deslumbrantes, ainda existem filmes que cativam simplesmente pelas boas atuações, ótimos diálogos e excelente retratação de uma época. Este filme é Orgulho e Preconceito, adaptação de um clássico literário homônimo da autora Jane Austen, que foi eleito pela coroa biritânica um dos livros mais importantes já escritos por lá. O filme traz uma trama excelente, que recria com fidelidade única a sociedade paternalista do fim do século XVIII, onde as damas tinham por função arranjar um melhor partido para salvar o futuro próprio, ou até mesmo, o de sua família.

Caracterizando bem cada personagem, o diretor Joe Wright, consegue definir logo na primeira cena a personalidade de cada uma das cinco irmãs da família Bennet e os próprios Pais. Além do êxito na caracterização dos personagens, o diretor e sua equipe conseguem montar cenas sublimes, como a cena da dança, onde os elementos da imagem são montados com perfeição, contando com um excelente diálogo e um entrosamento muito grande entre os atores. Aliás, o roteiro é um capítulo a parte. Escrito por Deborah Moggach e reescrito pela atriz Emma Thompson, o texto mantém os diálogos pomposos da época, mas com muito ritmo e dinamismo, o tornando atual frente a qualquer filme de romance já visto.

Além de todos o ótimo trabalho descrito acima, o filme ainda contêm um elenco de primeira categoria, começando pelo sempre competente Donald Sutherland, que entra no personagem com muita intensidade, conseguindo assim uma interpretação primorosa. Outro grande destaque do filme, talvez a principal, é a atriz Keira Knightley. Mais uma vez Keira mostra que não é só mais um rostinho bonito em Hollywood, e consegue viver uma personagem intrigante e ao mesmo tempo fascinante. Além deles, o filme traz uma série de atores não muitos renomados, mas que conseguem um atuação muito digna. Jena Malone (Donnie Darko e Cold Mountain), Brenda Blethyn (Desejo e Reparação e o Barato de Grace), Matthew Macfadyen (Morte no funeral), Rosamund Pike e a sempre excelente Judi Dench.

Orgulho e Preconceito se passa na Inglaterra, 1797 e conta a história das cinco irmãs Bennet - Elizabeth (Keira Knightley), Jane (Rosamund Pike), Lydia (Jena Malone), Mary (Talulah Riley) e Kitty (Carey Mulligan), que foram criadas por uma mãe (Brenda Blethyn) com a fixação em lhes encontrar maridos que garantissem o futuro. Porém Elizabeth deseja ter uma vida mais ampla do que apenas se dedicar ao marido, sendo apoiada pelo pai (Donald Sutherland). Quando o sr. Bingley (Simon Woods), um solteiro rico, passa a morar em uma mansão vizinha, as irmãs logo ficam agitadas. Jane logo parece que conquistará o coração do novo vizinho, enquanto que Elizabeth conhece o bonito e esnobe sr. Darcy (Matthew Macfadyen).

Apesar de ser um filme de época, Orgulho e Preconceito ainda é muito atual para os dias de hoje, trazendo uma história de amor e ódio, que sempre estão presentes em qualquer tipo de relacionamento. Não deixe de conferir.

Um comentário:

Diego Luis disse...

Me amarro nesse filme. Mas, bem mais do que da história, eu gosto da linguagem arcaica utilizada no filme. Pra quem gosta de Old English e treinar sua capacidade de interpretação de termos que não são mais utilizados no dia-a-dia, é um filme bem interessante!
Eu gosto! =D

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...