quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Frances Ha

Tente não se apaixonar por ela

Filmado totalmente em preto e branco, a comédia dramática Francis Ha é um daqueles longas que ainda teimam, felizmente, em nadar contra a corrente. Não só pela estética visual e narrativa, mas também pelo conteúdo apresentado. Fugindo de toda a abordagem clichê que passou a imperar no gênero, o longa dirigido por Noah Baumbach (A Lula e a Baleia) é criativo ao narrar a velha dificuldade em amadurecer dentro da sociedade atual. Para isso, ele aposta no talento e carisma de Greta Gerwig, um dos grandes nomes do cinema "indie", que nos surpreende com um dos melhores desempenhos individuais de 2013. 

Com roteiro assinado pela dupla Gerwig-Baumbach, o longa é extremamente leve, divertido e acima de tudo cativante ao abordar os relacionamentos urbanos. Graças, principalmente, ao talento de Gerwig, que consegue construir uma personagem extremamente apaixonante. Na trama, Frances é uma jovem de 26 anos, moderna, descolada e imatura, que parece ainda não ter encontrando o seu lugar no mundo. Enquanto sonha em ser uma dançarina profissional, ela não consegue deixar de ser aluna de uma importante companhia de dança em Nova York. Seu estilo pouco usual de dançar, aliás, é uma pura reflexão de sua personalidade. Frances divide apartamento com Sophia (Mickey Sumner), sua melhor amiga desde os tempos de faculdade. Se Frances é desorganizada e atrapalhada, Sophia é organizada e perfeccionista. Na verdade, Sophia é o pilar na vida de Frances, uma daquelas amigas para todas as horas. Tudo muda, no entanto, quando Sophia resolve dar um passo adiante na sua vida e se mudar para um outro apartamento, numa área mais nobre da cidade. Sozinha e com uma preocupante desordem financeira, Frances passa a ter que cuidar de seus problemas, tentando encarar com alto astral os dilemas que a vida adulta pode proporcionar. 


Conseguindo abordar o tema de forma original, com uma narrativa até certo ponto acelerada, repleta de ritmo e bons diálogos, Noah Baumbach mostra todo o seu talento na condução do longa. A começar pelos excelentes takes, que, ao lado da estilosa fotografia urbana em preto e branco, dão ainda mais vida para o desenrolar das cenas. O que mais chama a atenção, porém, é o poder dos diálogos. É interessante ver como o roteiro aborda o tema sem julgamentos, apresentando personagens carismáticos e atuais que fogem dos estereótipos do gênero. Baumbach, inclusive, buscou inspiração em amigos que residem em Nova York, e no modo de vida de cada um deles, para construir os seus personagens. Esse fato só amplia o processo de amadurecimento de Francis, e a discussão sobre os relacionamentos urbanos. Com relação ao humor, apesar de ser uma comédia, Frances Ha não é um longa daqueles hilários. Ele aposta num humor mais refinado, sem esquecer também de algumas boas gags físicas, quase todas ligadas ao estilo desengonçado de Frances.


Além da apaixonante Greta Gerwig, o longa se apoia num excelente elenco de apoio. A começar pela estreia de Mickey Summer, filha do cantor Sting, que mostra latente química com Gerwig como a melhor amiga Sophie. Vale destacar ainda Michael Zeng (A Caixa), ótimo na pele de Benji, um possível interesse romântico de Frances, o promissor Adam Driver (Lincoln), como o mulherengo Lev, e Grace Gummer (Larry Crown), que interpreta Rachel, dançarina principal da companhia de dança. Vale destacar também a excelente trilha sonora, que compõe muito bem o filme, graças principalmente a excelente canção "Modern Love", de David Bowie. 


Uma das grandes surpresas de 2013, Frances Ha é uma daquelas obras necessárias, que comprova que as fórmulas estão ai para serem quebradas. É impossível não se apaixonar pela adorável Frances, por seus dilemas e pela alegria cativante de conduzir a sua vida. Um "feel good movie" que consegue um resultado extremamente interessante, de forma inteligente, sem subestimar o espectador e principalmente a conexão com a realidade. Ao fugir desses clichês, porém, o longa aposta numa estética extremamente particular que, infelizmente, ainda não caiu no gosto do grande público.


Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...