quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Amor a toda Prova

Comédia romântica mostra que ainda há vida inteligente em Hollywood


Cansado daquelas comédias romântica genéricas, que cada vez mais tomam conta das salas do cinema atualmente ??? Parece que a dupla de diretores Glenn Ficarra e John Requa também está. Depois de lançarem o criativo O Golpista do Ano, longa que destaca o relacionamento de um casal gay nada convencional, o novo trabalho da dupla, Amor a toda Prova, volta a abordar as idas e vindas de um relacionamento sob a perspetiva dos heterossexuais. Se apoiando em um roteiro envolvente, que consegue fugir do machismo barato, a dupla Ficarra/Requa acerta em cheio no longa, que equilibra drama, comédia e romance na medida certa, deixando uma cara extremamente original.

Apesar das quase duas horas de projeção, Amor a toda Prova dá mostras de como um bom roteiro deve ser utilizado. Com uma narrativa leve e sensível, assinada por Dan Fogelman, o longa conta a história de Cal (Steve Carell), um quarentão que vê sua vida ruir quando sua bela esposa Emilly (Juliana Moore) resolve pedir a separação. Sem chão após perder o amor de sua vida para outro homem, o boa pinta David Lindagen (Kevin Bacon), Cal passa a sair - noite após noite - reclamando de sua esposa e da traição dela. Numa destas lamentações ele conhece Jacob (Ryan Gosling), um "galã perfeito" que tenta buscar em Cal a masculinidade perdida nos últimos 25 anos de casado. O problema é que o amor as vezes prega peças e uma grande surpresa pode acabar marcando a vida desses dois homens.

Em cima desta premissa, que a principio não parece tão inovadora, o longa se desenvolve de forma criativa e original, deixando propositalmente algumas arestas soltas para o grande e divertido clímax. Além disso, como se não bastasse o bom desenvolvimento da história desses dois homens separados pelo estilo, Amor a toda Prova explora com primor algumas tramas paralelas, como a do jovem filho de Cal, que se apaixona perdidamente pela sua babá e a da sempre cativante Emma Stone, que na pele de Hannah, vive o dilema entre seguir certinha ou viver um tórrido romance.

Por falar no talento de Stone, o elenco dá um show a parte. A começar por Steven Carell, que na pele do comum personagem Cal mostra porque é um dos mais talentosos representantes do humor nos últimos anos. Misturando aquele ar cômico, que o consagrou em longas como O Virgem de 40 anos, à momento mais sérios, Carrel tem, talvez, a grande atuação de sua carreira. Seguido de perto, aliás, pelo jovem Ryan Gosling. Um dos grandes destaques no cinema em 2011, Gosling consegue dar um ar cool e ao mesmo tempo misterioso ao seu Jacob.  Os dois mostram uma química invejável desde a primeira cena, o que só torna Amor a Toda Prova uma comédia deliciosa. Como se não bastasse a entrega da dupla, o longa ainda traz a sempre competente Juliane Moore e a já citada Emma Stone, que a cada filme que protagoniza deixa a certeza que é uma das maiores revelações de Hollywood.

Abusando da originalidade, do romantismo e do humor, Amor a toda Prova foge do lugar comum, encontra soluções criativas para a trama, conseguindo, até mesmo, surpreender o espectador. Sem dúvida alguma uma evolução da dupla Glenn Ficarra e John Requa, que após o sucesso de critica em O Golpista do Ano, vai atingir mais o grande público com esta revigorante comédia-romântica.




2 comentários:

Alan Raspante disse...

Um dos melhores do ano! Excelente comédia romântica!

thicarvalho disse...

Sem dúvida Allan. Um belo e divertido filme. Destaque de 2011.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...