quarta-feira, 10 de março de 2010

Cinemaniac Indica (Intrigas do Estado) e Preview (Robin Hood)

Intrigas do Estado é a prova viva que um bom filme de suspense não se reduz apenas a cenas de tiros ou assassinos em série. Com um roteiro muito eficiente, escrito por, a trama consegue ser intensa, surpreendente e empolgante, mesmo sem grandes cenas de ação ou desfechos mirabolantes. Utilizando muito bem as técnicas jornalísticas da apuração, o longa se torna um deleite para aquele fã de cinema que não gosta um resultado simples, ou pouco elaborado. Portanto, prepare-se para ótimos diálogos e grandes investigações, daquelas que num piscar de olhos, pode confundir o espectador mais desatento.

Por mais que o tema desenvolvido seja complexo, se engane você que Intrigas do Estado é um filme incompreensível. Pelo contrario, já que o roteiro consegue simplificar o assunto de maneira eficiente, aproximando o espectador de uma história que por si só poderia não ser tão atrativa, ao olhar do público, acostumado com filmes menos elaborados. Na realidade, apesar das mais de duas horas de filme, o espectador em nenhum momento se sente cansado da trama, principalmente por ela nunca se tornar óbvia. E talvez ai esteja a grande sacada do diretor Kevin Macdonald (O ùltimo rei da Escócia). O fato dele não subestimar a cabeça do espectador.

Diferente das abordagens comuns sobre um crime, o filme segue de perto uma investigação feita por jornalistas, capitaneados por Della Freye (Rachel McAdams) uma jovem e inexperiente jornalista, a procura de sua grande história. Della passa a acompanhar de perto a misteriosa morte da assistente do deputado Stephen Collins, um poderoso congressista que está a frente de uma ação pública contra uma poderosa empresa armamentista dos EUA. Apesar da vontade de encontrar fatos novos, Della é facilmente envolvida pelos boatos e especulações sobre a morte, até que encontra o experiente jornalista Cal Mcafrey (Russel Crowe), um repóter casca grossa das antigas, que havia estudado com o deputado na faculdade. Apesar de uma inicial falta de química, Cal descobre através de Collins que a morte de jovem não estava bem explicada. Apesar da grande diferença de experiência entre os dois, a dupla parte na tentativa de desvendar o crime, mas acaba se envolvendo em uma grande conspiração, que pode inclusive, colocar a vida deles em perigo.

Sabendo explorar muito bem a trama, adaptada de um seriado Inglês lançado pela BBC, MacDonald, conseguem uma direção segura e bastante detalhada, que ao final do filme, deixa o espectador amplamente satisfeito. E um dos principais pontos de destque, é a qualidade do elenco. Liderado pelo excelente Russel Crowe, em um papel bem mais contido que o habitual, o elenco tem uma participação decisiva no filme. Sabendo explorar as limitações de cada personagem, o diretor consegue atribuir grande personalidade a cada um, tornando mais fácil a compreensão do filme. Além de Crowe, o longa ainda conta com a expressiva Rachel McAdams, mais uma vez excelente, com o contestado Ben Aflleck, que desta vez não decepciona, com o sumido Jeff Bridges, muito bem aproveitado, com a "rainha" Hellen Mirren, ótima na pele da editora durona, e com participações interessantes como as de Robin Wright Penn e Jason Bateman.

Outro ponto muito interessante no longa, é a força dos diálogos. Em um filme onde os efeitos visuais e a ação não são o ponto alto, a responsabilidade fica toda nas mãos das cenas. Com excelentes diálogos, por horas irônicos, bastante referentes ao humor jornalístico, por horas politizados, as cenas conseguem atrair o espectador para o desfecho, bastante contundente. Em nenhum momento o espectador, atento diga-se de passagem, fica com aquela sensação de que algo não foi bem explicado. Ou que não é crível. Ou seja, para um filme do gênero que cada vez mais se baseia em desfechos mirabolantes e inverosímil, o resultado é bastante eficaz.

Volto a lembrar que Intrigas do Estado não é aquele filme fácil, comum, do gênero suspense. Se trata de um filme inteligente, bem conduzido e com ótima trama, que pode não agradar ao público mais "pipoca", mas vai proporcionar uma grande satisfação aos fãs da sétima arte. Por isto não deixem de assistir a este ótimo trabalho. Boa dica !!!!!!

-------------------------------------------------------------------------------------------------
Aproveitando a oportunidade, caiu na rede o primeiro trailler completo de Robin Hood, o mais novo trabalho da dupla Ridley Scott e Russel Crowe. Depois de Gladiador, Um Bom Ano e O Gangster, o longa chega prometendo, principalmente pelos excelntes trailers. Na trama, uma história de origem, Robin (Russell Crowe) retorna das Cruzadas e encontra uma Inglaterra corrompida por suas relações com a França e uma cidade de Nottingham oprimida por altos impostos e desmandos do xerife local (Matthew Macfadyen). Segundo o prórpio trailer comenta, esta nova versão promete uma história jamais contada sobre a formação do mitico personagem de Robin Hood. Além de Crowe e Macfayden, o longa ainda conta com o talento de Cate Blanchett. Um dos filmes mais esperados pelo blog, neste primeiro semestre, Robin Hood tem estreia prevista para o dia 14 de Maio. Assista abaixo o ótimo primeiro trailer completo.


Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...