terça-feira, 1 de setembro de 2009

Cinemaniac Indica (Se beber, Não case)

Na contramão dos besteróis americanos que invadiram o mercado cinematográfico nas últimas décadas, Se beber, Não case faz um humor sagaz, com ótimas piadas que me fizeram acreditar ter visto a melhor comédia do ano. Claro, que com mais 4 meses ainda por vir, pode surgir algo tão bom quanto, mas sinceramente eu acho difícil.

Diferente das últimas boas comédias, que se apoiaram em grandes comediantes, como Jim Carrey, Will Ferrel, Ben Stiller e Steve Carrel, Se Beber, Não Case tráz um elenco de certo modo desconhecido, mas que desde as primeiras cenas já mostram a química certa para um bom filme de comédia. Com personagens de personalidade completamente distintas, muito bem interpretados por Bradley Cooper, Ed Helms (O Grande Dave), Justin Bartha (A Lenda do Tesouro Perdido) e principalmente, Zach Galifianakis (Jogo de Amor em Las Vegas), o filme tem um andamento maravilhoso, que diverte e prende a atenção do espectador como poucos filmes de comédia conseguiram até agora. Todos conseguem destaque, mas na verdade a grande surpresa do filme, além da ótima trama, fica por conta de Zach Galifianakis, que rouba a cena na pele do gordinho Allan. Visivelmente o "diferente"da turma, Allan provoca ótimas gargalhadas com cenas e piadas, que você não está acostumado a ver. Outro destaque do elenco, são as participações especiais, que provocam muitas risadas. Mike Tyson, o bebêzinho e a bela Heather Graham, trazem ainda mais humor a trama, garantindo situações inesperadas.

Além do grande elenco, a trama é outro ponto de grande destaque no filme. Valorizando não só as gags, que são muitas, mas também o andamento fa história Se beber, não case tem a preocupação em trazer algo de novo para o gênero. Até por isto, o diretor Todd Phillips consegue montar uma trama pelo qual o espectador se sinta realmente atraido a encontrar o desfecho. Afinal, onde estaria Doug, o noivo ? Assim, além das ótimas piadas, bem distribuidas ao longo do filmes e as situações inusitadas, a curiosidade pelo desfecho torna o filme ainda mais atrativo aos olhos do público.

Outro recurso muito interessante para a ligação com o público, foi a escolhas da trilha sonora do filme. Com músicas conhecidas, o público se sente ainda mais empolgado com as situações inesperadas, o que acaba atraindo ainda mais o espectador, principalmente, os mais jovens. E sabendo disso, a produção tomou uma medida que eu achei sensacional, já que se não tomada poderia transformar o filme em um fracasso de bilheteria. Com inteligência, eles cortaram e embaçaram, algumas poucas cenas que poderiam elevar a censura do filme para 18 anos, e consequentemente diminuir as possibilidades junto aos adolescentes. O resultado é que o filme já faturou mais de 300 milhôes de dólares em todo o mundo, se tornando umas das maiores bilheterias do ano.

Se beber, Não Case se passa em Las Vegas, em meio a uma despedida de solteiro. Três amigos e padrinhos de casamento acabam se perdendo do amigo noivo depois de uma noitada de bebedeiras e muita confusão. Agora, sem lembrar rigorosamente nada da noite passada, eles precisam reconstituir todos os passos que deram para encontrar o companheiro.

Enfim, Se beber, não case! é humor na medida certa para jovens e adultos. Não deixe de assistir e se divertir com as aventuras inesperadas destes amigos que só queriam uma noite de diversão. Bom Filme !!!!!!!!!!!!!

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...