segunda-feira, 3 de outubro de 2016

Cinemaniac Indica (Sujou... Chegaram os Bears)


Reconhecido como um importante porta-voz da juventude, vide os reflexivos Jovens Loucos e Rebeldes (1993), Suburbia (1996) e o recente Boyhood - Da Infância à Juventude (2014), o diretor Richard Linklater se volta para o público infantil no politicamente incorreto Sujou... Chegaram os Bears (2005). Indo de encontro ao tom mais inocente do seu grande sucesso neste segmento, o aclamado Escola do Rock (2003), o realizador norte-americano investe numa abordagem mais leve e desbocada ao refilmar a comédia setentista The News Bears (1976).



Numa mistura de O Pequeno Grande Time (1994) com Papai Noel às Avessas (2004), Richard Linklater esbanja energia ao narrar a jornada de um ex-jogador beberrão obrigado a treinar um time recheado de jovens nada habilidosos. Com um afiado senso de humor, o argumento assinado pela dupla John Requa e Glenn Ficarra (Amor a Toda Prova) se esquiva das fórmulas fáceis ao apostar em personagens naturalmente engraçados e situações no mínimo curiosas. Impulsionado pelo entrosado elenco infantil e pela sarcástica atuação de Billy Bob Thorton (, Linklater arranca generosas risadas ao abrir espaço para as deturpadas lições de moral defendidas pelo excêntrico técnico e para a ofensiva relação entre os pequenos jogadores de beisebol. Sem querer revelar muito, a "parceria" entre o explosivo Tanner (Timmy Deters) e o grandalhão Engelberg (Brandon Craggs) é hilária, assim como as ácidas tiradas do cadeirante Hooper (Troy Gentille). 


Ainda que se renda à alguns clichês do gênero, principalmente no que diz respeito a criação dos conflitos entre técnico e jogadores, Richard Linklater é igualmente sagaz ao passear pelos temas mais familiares sem abrir mão das soluções mais irreverentes. O resultado são divertidíssimas partidas de beisebol, uma sincera amizade e um desfecho "bonitinho" condizente com a proposta despretensiosa defendida pelo longa. Em suma, Sujou... Chegaram os Bears é uma "Sessão da Tarde" com pedigree, um filme com aura oitentista que adiciona um tempero especial à fórmulas inegavelmente requentadas. 

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...