sexta-feira, 10 de julho de 2015

Luto! Morre Omar Sharif

Reconhecido por seus personagens fortes, o ator Omar Sharif faleceu nesta sexta-feira (10), aos 83 anos, vítima de um ataque cardíaco. Segundo o site da revista Variety, Sharif sofria de Mal de Alzheimer, e acabou indo a óbito em um hospital no Cairo, no Egito. Impulsionado por sua grande atuação no épico Lawrence da Arábia (1962), onde interpretou o Xerife Ali, o egípcio colocou o seu nome em Hollywood ao levar o Globo de Ouro de Ator Revelação por este desempenho no clássico de David Lean. Após atuar nos grandiosos A Queda do Império Romano (1964), A Voz de Sangue (1964) e Gengis Khan (1965), Omar Sharif brilhou ao estrelar o fantástico Doutor Jivago (1965). Vencedor de cinco Oscar, o longa deu ao ator egípcio o primeiro papel de protagonista em Hollywood, rendendo a ele o seu segundo Globo de Ouro. Um dos primeiros atores de origem árabe a ser tornar uma estrela do cinema norte-americano, Sharif seguiu se destacando em longas como A Noite dos Generais (1967), Funny Girl (1968), O Último Refúgio (1971) e Juggernaut (1974). 
Omar Sharif em Lawrence da Arábia
Perdendo destaque ao longo da década de 1970, Omar Sharif voltou aos holofotes hollywoodianos na hilária sátira Top Secret - Super Confidencial (1984). Foi só em 2003, no entanto, que o egípcio voltou a ser aclamado por seu desempenho no drama Uma Amizade sem Fronteiras. Interpretando um comerciante muçulmano que se torna uma figura paterna para um garoto judeu em Paris, Sharif ganhou prêmios como o Cesar, o Oscar do cinema francês, e a estatueta de Melhor Ator no consagrado Festival de Veneza. No ano seguinte, aliás, Omar Sharif voltou ao gênero que o consagrou na aventura épica Mar de Fogo (2004), dando vida a um sheik apaixonado por corridas de cavalo. Este aliás, era um dos principais hobbies do ator na sua vida pessoal. Seus últimos trabalhos foram o drama marroquino Rock the Casbah (2013) e a comédia dramática Um Castelo na Itália (2013). Antes disso, no entanto, em 2005 o ator recebeu a medalha Sergei Eisenstein, da Unesco, em reconhecimento por suas contribuições significativas para o cinema e a diversidade cultural. Mais um dos grandes nomes da sétima arte que se vai...

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...