domingo, 3 de agosto de 2014

No ritmo dos Guardiões da Galáxia

Confira a emblemática escolha musical desta nova aposta da Marvel




Um dos grandes destaques da principal estreia deste final de semana, a trilha sonora de Guardiões da Galáxia é um capítulo a parte. Parte integrante da trama, a criteriosa escolha musical feita pelo diretor James Gunn se mostra quase um sexto elemento deste inusitado supergrupo da Marvel. Apostando num repertório extremamente setentista, cada canção parece dialogar com a cena, com o personagem em questão, assumindo um certo protagonismo através deste versátil setlist. Indo do rock clássico das bandas The Runaways e Blue Swed, passando pelo soul de Marvin Gaye e os The Five Stairsteps, chegando ao pop de David Bowie e os Jackson Five, a trilha faz parte da tape do líder dos Guardiões Peter Quill. Uma  última recordação da vida no planeta terra que é tratada como tesouro pelo autointitulado Senhor das Estrelas. Essa importância, aliás, se reflete no longa, já que das 12 faixas do álbum oficial, 11 são  - bem - utilizadas ao longo das 2 horas de projeção. Saiba agora um pouco mais sobre esta bem sucedida escolha musical.


- Hooked on a Feeling (Blue Swed)


A começar pela canção que, desde o primeiro trailer, se tornou o símbolo do grupo de anti-heróis Guardiões da Galáxia. Lançada originalmente em 1968, por B.J Thomas, a música só veio a estourar em 1974 com a banda de rock Blue Sweed. Já utilizada na trilha sonora do clássico Cães de Aluguel, aqui a canção se torna emblemática dentro de toda atmosfera exótica e excêntrica dos filme. No longa, aliás, essa canção acaba embalado a primeira grande cena dos cinco enquanto Guardiões da Galáxia

- Come and Get Your Love (Redbone)


Canção que introduz toda a pegada bem leve do longa, Come and Get Your Love é um belo cartão de visitas ao espectador. Contando com a carismática presença de Peter Quill, a cena já evidencia toda a importância daquelas músicas para o nosso herói. Gravada pela banda Redbone,que era composta apenas por índios nativos norte-americanos, a canção chegou ao Top 5 da revista Bilboard em 1974. Misturando várias vertentes musicais, a música embala uma das melhores cenas do longa.

- Moonage Daydream (David Bowie)


Uma das grandes canções do clássico álbum The Rise and Fall of Ziggy Stardust and the Spiders From Mars, Moonage Daydream representa um dos grandes nomes da década de 1970: David Bowie. No álbum que conta a história de um alienígena em um planeta distante, a canção combina perfeitamente com as aventuras de Peter Quill e os guardiões. Lançada em 1971, por Arnold Corns, a música acabou se tornando grande sucesso na conhecidíssma versão de Bowie. Uma personalidade que, aliás, combina integralmente com todo o tom apresentado no longa.

- Cherry Bomb (The Runaways)


Por falar em clássicos setentistas, a banda feminina The Runaways marca presença na lista com a clássica Cherry Bomb. Maior hit do grupo, a canção é considerada uma das mais importantes na história do hard rock. Composta por Cherie Currie em 1976, a canção é a grande presença do rock na lista. Sem dúvida, o punk rock do The Runaways faz muito bem ao longa.

- I'm Not In Love (10cc)


Um achado de James Gunn, a balada rock I'm Not in Love contribui para uma das mais divertidas cenas do longa. Embalado um peculiar romance entre Quill (Chris Pratt) e Gamora (Zoe Saldana), a canção comprova toda a habilidade do diretor em relação ao seu repertório. Lançada em maio de 1975 pela banda britânica 10cc, a música se tornou o grande hit do grupo e já havia sido utilizado em O Diário de Bridget Jones 2 e em As Virgens Suicidas.

- Ooh Child (The Five Stairsteps)


Grande clássico do Soul norte-americano, Ooh Child é mais uma das grandes sacadas dos realizadores. Na lista da revista Rolling Stone com as 500 maiores canções de todos os tempos, o hit composto pela banda The Five Stairsteps se tornou o grande sucesso do grupo. Trazendo uma mensagem de esperança e otimismo, a banda de Chicago funciona muito bem quando executada.

- Fooled Around and Fell in Love (Elvin Bishop)


Mais uma das baladas da lista, Fooled Around and Fell in Love fez grande sucesso durante a década de 1970. Lançada no álbum Struttin’ My Stuff, em 1976, a canção se tornou o grande sucesso da carreira de Elvin Bishop. O curioso é que nunca poderíamos pensar que essa canção iria parar em um filme de super-heróis da Marvel. Da lista, sem dúvida, é a que menos se encaixaria nos filmes do gênero. Mérito para Gunn, que faz um ótimo uso dela.

- I Want You Back (Jackson's Five)


Voltando a falar dos grandes clássico, Michael Jackson e os Jackson's Five marcam presença no longa com a inesquecível I Want you Back. Também utilizada numa hilária cena, o clássico da Motown foi lançado em 1969 e acabou ficando marcado pelos vocais do então promissor Michael Jackson. É a número 121 entre as 500 Melhores Músicas Músicas de Todos os Tempos da Revista Rolling Stone. Um clássico que ainda hoje segue botando todo mundo pra dançar.

- Escape (Rupert Holmes)


Utilizada por diversas vezes, a canção da Pina Colada é mais um hit setentista a figurar neste empolgante trilha sonora. Composta por Rupert Holmes, a canção tema de dez entre dez férias chegou a ficar na primeira colocação nas principais paradas no ano de 1979. Marcada pelo seu swing, a música combina perfeitamente com o clima leve e arrojado dos Guardiões da Galáxia.

- Ain’t No Mountain High Enough (Marvin Gaye e Tammi Terrell)


Talvez o grande clássico do R&B norte-americano, Ain’t No Mountain High Enough coloca ponto final nesta aventura com o peso desta bela canção. Lançada em 1967, essa canção ganhou uma série de outras versões, mas James Gunn optou por apostar na versão interpretada pelo monstro Marvin Gaye. Uma bela mensagem, condizente com o grandioso trabalho apresentado em Guardiões da Galáxia. 

- Go All The Way (Raspberries)


Responsável pelo sucesso da banda Raspberries, Go All The Way estourou em 1972. Regravada recentemente pela banda The Killers, a versão original vendeu mais de 1 milhão de cópias em todo mundo. O sucesso foi tanto que na época, a canção ocupou a quinta colocação da revista Bilboard. Mas uma das canções que não parecem ser feitar para filmes do gênero, mas que funcionam plenamente nas mãos de James Gunn.

- Spirit in the Sky (Norman Greenbaum)


Única canção que - infelizmente - ficou de fora do longa, Spirit in The Night se tornou um grande sucesso do rock cristão. Gravada em 1969, por Norman Greenbaum, a canção acabou valorizada nos comerciais e nos trailers que serviram como prévia. Mais uma das músicas desta lista que figura entre as 500 mais importantes gravações segundo a revista Rolling Stones. Baita música.

Vale destacar que na Amazon a trilha-sonora já está a venda. Confira.

Atualizado




A trilha sonora de Guardiões da Galáxia conseguiu um feito realmente expressivo. A elogiada escolha musical ficou no primeiro lugar do Top 200 da revista Bilboard. Neste ano de 2014, aliás, a trilha sonora de Frozen também chegou a liderar essa mesma lista. Segundo o Nielsen SoundScan, o álbum deste novo longa da Marvel já vendeu mais de 109 mil cópias em todo mundo, ficando a frente de nomes como Eric Clapton, Tom Petty and The Heartbreakers, Lana Del Rey e da banda Coldplay.

Atualizado (Parte 2)

Além de ter sido indicado ao Grammy 2015, o álbum com as músicas selecionadas pelo diretor James Gunn recebeu o certificado de Disco de Platina por ultrapassar a marca de um milhão de exemplares vendidos. Lançado em fita cassete, CD, vinil e digital, o álbum intitulado 'Guardians of The Galaxy: Awessome Mix Vol. 1' se popularizou através de clássicos como "Cherry Bomb", da banda Runaways, "Moonage Daydream", de David Bowie, e "I Want You Back", do Jacksons Five. 

2 comentários:

Anônimo disse...

Cara eu busquei muito por essa trilha sonora, Obrigadão ai acaba de ganhar um seguidor XD

thicarvalho disse...

Valeu, obrigado pela visita.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...