quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

Cinemaniac Indica (Busca Implacável)

Depois de algumas dicas digamos mais "lights", mais emocionantes, a ação está de volta aqui no blog e com muita qualidade, diga-se de passagem. Vocês que acompanham o blog sabem do meu critério com relação a filmes de ação, e também que sou bastante rigoroso com eles. Apesar de gostar muito do estilo, são poucos os filme do gênero que, na atualidade, me agradam. Por isso, acabo tendo que buscar no passado os bons representantes desta classe, como Duro de Matar, Rambo entre alguns outros que simbolizam a glória do gênero. Porém, este passado ao longo dos anos foi se tornando repetitivo e mais do que manjado, assim sendo necessária uma urgente reformulação nos filmes do gênero. E com filmes como Busca Implacável, percebemos que finalmente esta renovação está acontecendo nos filmes de ação.

Depois de décadas de heróis bombados e semi-inteligentes, começamos a perceber uma inversão nos personagens de ação. Passaram a se tornar mais inteligentes, cultos, bem vestidos, mas não menos valentes e bom de briga. E Liam Neeson se enquadra perfeitamente neste novo perfil de herói. Em Busca Implacável, Neeson consegue fugir do seu padrão de papéis e surpreende como um ex-agente da CIA, principalmente para aqueles que estão acostumados a o enxergar como o ator de A Lista de Schindler, talvez o grande papel de sua carreira.

Além de Neeson, outro grande ponto positivo do filme é ter Luc Besson como roteirista. Posso estar me precipitando, mas na atualidade não há ninguém que consiga trabalhar melhor com o gênero do que ele. E isso se torna muito importante para o êxito do filme, já que a trama muito bem montada se torna um dos grandes destaques, sem muitas "invencionices", e com muita, mais muita ação. Com lutas bem coreografadas, as cenas são bastante realistas, característica essa, que sem dúvida vai divertir o espectador. Somado a isto, o roteiro de Luc Besson apesar de simples, foge do óbvio, e prende o suspense até os minutos finais, sem enrolações ou momentos mais fracos. O resultado final é um filme frenético, que diverte e entretêm como poucos do gênero fizeram nas últimas décadas.

A trama pode não ser genial, mas é simples e eficiente, ou seja, a fórmula perfeita para um bom filme de ação. Busca Implacável conta a história de um pai (Liam Neeson), um ex-soldado, que parte parte para a sua missão mais difícil quando, em 96 horas, terá que descobrir o paradeiro de sua filha (Maggie Grace) sequestrada enquanto viajava pela Europa.

Eu não sou louco de querer neste texto criticar grandes nomes do cinema de ação da década de 80, cujo os quais sou grande fã como Sylvester Stallone, Bruce Willis, Arnold Scharzeneger entre alguns outros. Mas já estava na hora de mudanças no gênero e estas se refletem perfeitamente em Busca Implacável.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...