segunda-feira, 17 de novembro de 2008

A Arte de fazer Rir

"Todo comediante é um bom ator, mas nem todo bom ator é um comediante", com esta excelente frase, dita por Jô Soares em seu programa, resolvi escrever um texto que homenageia a classe de atores responsável pelo gênero mais difícil e hoje um dos mais banalizados do cinema: a comédia.
Fazer rir é muito mais difícil do que fazer chorar, principalmente nos dias de hoje, onde o mundo é coberto de tristeza e angustia. A risada é algo único, natural, que tem um limite, um ponto em que só os grandes astros conseguem atingir. Porém, ainda hoje, existem muitas pessoas que não vem os comediantes como grandes atores, ou então, não analisam os filmes de comédia, com a devida atenção merecida.
O que teria em comum nomes como Charles Chaplin, Buster Keaton, Gene Wilder, Robin Willians e Jim Carrey ? A resposta é que todos são atores formados pela comédia e acabaram se tornando grandes nomes do cinema mundial. Porém, para alcançarem o status de estrelas do cinema, estes atores tiveram de passar por duras críticas e sofrer diversos jugalmentos por parte do público e, principalmente, dos especialistas.
Os atores citados acima, foram e ainda são capazes de fazer filmes simplesmente engraçados, ou então em que temas altamente complexos são colocados em questão. Chaplin fez sucesso com o personagem "Vagabundo" no cinema mudo, mas também fez filmes extremamente politizados como O Grande Ditador, Tempos Modernos e Monsieur Verdoux, onde a comédia se misturava com a realidade de um duro período.
Buster Keaton, que ficou conhecido com o "Palhaço que não ri", também seguiu a mesma linha de Chaplin, com um pouco menos de genialidade, mas ainda assim atuando em grandes clássicos como A general e o Homem das novidades. Infelizmente, diferente de Chaplin, Keaton não resistiu ao fim do cinema mudo e acabou mergulhando em um marasmo que o afastou dos grandes filmes.
Mais recentemente, nomes como Gene Wilder, Robin Willian e Jim Carrey mantiveram a linha de comediantes que se tornaram grandes nomes do cinema mundial. Gene Wilder, atuou em grandes comédia como Cegos, Surdos e Loucos e A Dama de Vermelho, e também em memoráveis filmes como A Fantástica Fábrica de Chocolate, O Pequeno Príncipe e Primavera para Hitler. Já Robin Williams começou através de séries na Tv e participou de famosas comédias como A Babá Quase Perfeita e a A gaiola das loucas. Porém, foi em papéis dramáticos, sempre com uma pitada de humor, que o comediante fez grande sucesso, como nos filmes Bom Dia Vietna, Patch Adams e o Gênio Indomável.
Assim como Williams, Jim Carrey também começou em seriados, mas foi em comédias como Debi e Loide e o Maskara que atingiu o estrelato. Com os seus trejeitos característicos, Carrey nunca foi levado muito a sério, porém na última década teve seu nome reverenciado graças a grandes atuações, como nos filmes O Show de Thrumam, O Mundo de Andy e Cine Majestic.
Fazer rir, realmente é uma grande arte, e neste texto tentei homenagear a grandes atores, e principalmente, a este belíssimo gênero que é a comédia. Infelizmente muitos nomes não puderam ser citados, até porque o texto se tornaria um livro, tamanho é o número de excelentes comediantes.
Ps: Todos os filmes citados neste texto são excelentes e eu, particularmente, indico para quem quiser conhecer um pouco mais sobre as histórias de Charles Chaplin e Buster Keaton, que assistam respectivamente, os filme Chaplin, com Robert Downey Jr, e o Palhaço que não Ri, um filme um pouco mais antigo, mas não menos excelente.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...