sábado, 30 de agosto de 2008

Cinemaniac Indica (Estrada Para a Perdição)

Tom Hanks é um ator que dispensa comentários, já que quase todos os seus filmes são muito bons e suas atuações idem. E em a Estrada para Perdição isto não poderia ser diferente. No filme além de Hanks outros grandes nomes roubam a cena, dentre eles Daniel Craig, o mais novo James Bond, Jude Law, sempre bem e o grande Paul Newman, como o todo poderoso chefão do filme. A estrada para a perdição me chamou muito a atenção, pois consegue recriar os personagens de Gangsters como a muito não se via. O filme também apresenta uma excelente fotografia e grandes atuações que encantam aos espectadores, apesar do filme tratar de mortes e etc... Essa característica acontece, pois a direção do filme consegue humanizar os personagens, atribuindo a eles sensações bastante comuns como o medo, a insegurança, a tensão, sensações estas que ultimamente não conseguimos ver em vilões e personagens do gênero.

O filme conta a história de Michael Sullivan (Tom Hanks) um zeloso pai de família, que ama muito sua esposa, Annie Sullivan (Jennifer Jason Leigh), e seus filhos, Michael Sullivan Jr. (Tyler Hoechlin) e Peter Sullivan (Liam Aiken). Porém, ele vive moralmente em conflito, pois trabalha como assassino profissional para um irlandês, John Rooney (Paul Newman), um idoso chefe de quadrilha que criou Sullivan como se fosse seu filho. Apesar de ser assassino, Michael sempre se preocupou em nunca conta nada a seus filhos sobre a sua profissão, mas Michael Jr, o filho mais velho, fica curioso sobre a profissão misteriosa do seu pai. Para descobrir do que se tratava,o menino se esconde no automóvel dele e acaba testemunhando a execução de Finn McGovern (Ciarán Hinds), que foi morto por Connor Rooney (Daniel Craig), o filho biológico de John. Michael vê seu pai e outros capangas ajudarem a terminar o "serviço". Apartir dái um série de eventos mudaram a vida dos dois (Pai e filho), expondo todos os medos de ambos que juntos vão ter que lutar para sobreviverem à todos os tipos de ataques.

Dirigido por Sam Mendes, o filme tem a carga emocional que os filmes do diretor costumam ter, casos de Beleza Americana e Foi Apenas um Sonho. Porém, em Estrada para Perdição o diretor consegue aliar a todo este drama entre gangsters, boas cenas de ação e um cuidado técnico bastante interessante. Com cenas escuras e quase sempre chuvosas, a fotografia do filme enaltece um clima sombrio. Além disto, Mendes consegue recriar bem a época em que o filme se passa com boas cenas de ação, não muito comuns em sua filmografia, de qualidade estética bem definida. Ou seja, apesar da inevitável semelhança ao visual clássico dos filmes de gangsters, como Os Intocáveis e O Poderoso Chefão, você pode sentir a critividade do diretor em ação, dando uma roupagem mais dark a este visual. O resultado é uma obra de grande qualidade, com ótimas atuações, grandes diálogos e um andamento bastante interessante. Sem dúvidas, mais um ótimo filme a entrar para o hall de grandes filmes do gênero.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...