segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

O Regresso e Perdido em Marte são os grandes vencedores no Globo de Ouro 2016


No embalo do afiado apresentador Ricky Gervais, que com o seu humor ácido arrancou uma série de sinceras e desconfortáveis risadas dos presentes, o Globo de Ouro 2016 consagrou o intenso O Regresso e o espirituoso Perdido em Marte como os grandes vencedores da noite. Enquanto o drama de sobrevivência de Alejandro G. Iñarritu conquistou a estatueta de Melhor Filme Dramático, a aventura Sci-Fi dirigida por Ridley Scott levou o prêmio de Melhor Comédia ou Musical. De volta aos holofotes após o sucesso de Birdman (ou A Inesperada Virtude da Ignorância), Iñarritu levou ainda o prêmio de Melhor Diretor, e viu o seu protagonista Leonardo DiCaprio ser eleito o Melhor Ator Dramático. Ainda que o Globo de Ouro não seja um dos termometros mais eficientes para o Oscar, a Associação de Correspondentes Estrangeiros de Hollywood mostrou que tanto O Regresso, quanto  DiCaprio seguem fortes na corrida por indicações ao prêmio da Academia. 

Jennifer Lawrence, Leonardo DiCaprio e Brie Larson posam com as suas estatuetas do Globo de Ouro (Foto: HFPA)
Outra presença habitual nos últimos anos, Jennifer Lawrence novamente roubou a cena ao ser eleita a Melhor Atriz de Comédia e Musical com o biográfico Joy. Novamente sob a batuta do diretor David O. Russel, a atriz levou mais uma estatueta para casa, a terceira dentro do Globo de Ouro. As anteriores foram em Trapaça e O Lado Bom da Vida. Apesar da crítica internacional ter se dividido quanto ao longa, Lawrence novamente passou ilesa pelo crivo da imprensa, mostrando os motivos que a levaram a ser considerada a nova queridinha de Hollywood. Por outro lado, numa das grandes novidades da noite, Brie Larson foi eleita a Melhor Atriz Dramática pelo singelo O Quarto de Jack. Uma vitória realmente importante, já que a jovem surge como uma das fortes candidatas a uma indicação ao Oscar de Melhor Atuação. Ainda nas categorias femininas, Kate Winslet surpreendeu ao ser eleita a Melhor Atriz Coadjuvante por Steve Jobs. Apesar do frisson em torno de Jennifer Jason Leight, extremamente elogiada por Os Oito Odiados, Winslet mostrou o seu 'appeal' junto aos críticos ao levar o seu quarto Globo de Ouro para casa. Entre os atores, Matt Damon comprovou o êxito de Perdido em Marte ao ser eleito o Melhor Ator de Comédia ou Musical. Levando praticamente o longa "nas costas", Damon se tornou uma das boas novidades da premiação, já que a sua categoria era uma das mais acirradas desta edição do Globo de Ouro. 

Foto: Jordan Strauss/Invision/AP
Coube ao experiente Sylvester Stallone, no entanto, o momentos mais emocionantes da noite. Responsável pelo icônico Rocky Balboa, o veterano realizador foi finalmente reconhecido numa grande premiação e levou a estatueta de Melhor Ator Coadjuvante por Creed: Nascido para Lutar. Aplaudido de pé pelos presentes no evento, Stallone merece elogios por ter se tornado uma espécie de coadjuvante da sua própria franquia, ganhando novamente o reconhecimento do público e da crítica ao mostrar a veia dramática que o consagrou em Rocky - O Lutador (1977). Por falar em veteranos, Denzel Washington recebeu o prêmio Cecil B. Demile pelo conjuto da obra.  Igualmente ovacionado pelo público, o ator subiu ao palco com os filhos e admitiu estar sem palavras ao receber esta justa homenagem. "Eu perdi o meu discurso", confessou Washington que se mostrou nitidamente emocionado durante o seu agradecimento. Por fim entre as barbadas, enquanto Divertida Mente levou o Globo de Ouro de Melhor Animação, o húngaro O Filho de Saul conquistou a estatueta de Melhor Filme Estrangeiro. Confira abaixo os vencedores nas categorias relacionadas a sétima arte e clique aqui para ver a lista completa

Melhor Filme em Comédia ou Musical
A Grande Aposta
A Espiã que Sabia de Mais
Joy
Perdido em Marte
Trainrewck

Melhor Ator em Comédia ou Musical
Christian Bale - A Grande Aposta
Steve Carell - A Grande Aposta
Matt Damon - Perdido em Marte
Al Pacino - Não Olhe para Trás
Mark Rufallo - Sentimentos que Curam

Melhor Diretor
Tood Haynes - Carol
Alejandro G. Iñarritu - O Regresso
George Miller - Mad Max: Estrada da Fúria
Ridley Scott - Perdido em Marte
Tom McCarthy - Spotlight

Melhor Atriz em Comédia ou Musical
Jennifer Lawrence - Joy
Melissa McCarthy - A Espiã que Sabia de Menos
Amy Schumer - Descompensada
Maggie Smith - A Senhora da Van
Lily Tomlin - Grandma

Melhor Atriz em Drama
Cate Blanchet - Carol
Brie Larson - O Quarto de Jack
Alicia Vikander - A Garota Dinamarquesa
Rooney Mara - Carol
Saoirse Ronan - Brooklyn

Melhor Filme Drama
Carol
Mad Max - Estrada da Fúria
O Regresso
O Quarto de Jack
Spotlight

Melhor Ator em Drama
Bryan Cranston - Trumbo
Leonardo Dicaprio - O Regresso
Michael Fassbender - Steve Jobs
Eddie Redmayne - A Garota Dinamarquesa
Will Smith - Um Homem entre Gigantes

Melhor Filme Estrangeiro
The Brand New Testament (Bélgica)
O Filho de Saul (Hungria)
Cinco Graças (França)
O Clube (Chile)
O Esgrimista (Finlândia)

Melhor Atriz Coadjuvante
Jane Fonda - Youth
Jennifer Jason Leigh - Os Oito Odiados
Hellen Mirren - Trumbo
Alicia Vikander- Ex-Machina
Kate Winslet - Steve Jobs

Melhor Ator Coadjuvante
Paul Dano - Love e Mercy
Idris Elba - Beasts of No Nation
Mark Rylance - Ponte de Espiões
Michael Shannon - 99 Homes
Sylverster Stallone - Creed: Nascido para Lutar

Melhor Animação
Anomalisa
O Bom Dinossauro
Peatnuts - O Filme
Divertida Mente
Shaun - O Carneiro

Melhor Canção (Clique nos links e ouça as canções)
Love Me Like you Do - 50 Tons de Cinza
Writing's on the wall - 007 Contra Spectre
Simple Song Nº3 - Youth
See You Again - Velozes e Furiosos 7
One Kind of Love - Love e Mercy

Melhor Roteiro
O Quarto de Jack
Spotlight
A Grande Aposta
Steve Jobs
Os Oito Odiados

Melhor Trilha Sonora
Carter Burwell - Carol
Alexandre Desplat - A garota dinamarquesa
Ennio Morricone - Os 8 odiados
Daniel Pemberton - Steve Jobs
Ryuichi Sakamoto e Alva Noto - O Regresso

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...