segunda-feira, 27 de julho de 2015

Pixels e Cidades de Papel decepcionam em suas estreias nos EUA (Atualizado)


Grande lançamento deste final de semana, a aventura Pixels (confira a nossa opinião aqui) teve um resultado apenas regular em sua estreia em solo norte-americano. Devastado pela crítica internacional, o longa teve 18% de aprovação no site Rotten Tomatoes, a nova investida do popular Adam Sandler (Como se Fosse a primeira Vez, Click) fecha o final de semana com US$ 24 milhões nos seus três primeiros dias em cartaz. As informações são do site Box Office Mojo. Mesmo não sendo um resultado desastroso, o fato é que a Sony esperava faturar cerca de US$ 50 milhões no primeiro fim de semana, valor que foi consideravelmente reduzido em função das péssimas críticas. Trazendo uma nostálgica invasão alienígena repleta de clássicos personagens dos games oitentistas, o longa dirigido por Chris Columbus (Esqueceram de Mim, Harry Potter e a Pedra Filosofal) conseguiu também cerca de US$ 25 milhões no restante dos mercados internacionais, alcançando os US$ 49,4 milhões em seu final de semana de estreia. Por aqui, aliás, segundo o site Filme B o longa abriu na liderança com R$ 10,2 milhões, deixando para trás os R$ 7,2 milhões conseguidos por Homem-Formiga (em seu segundo fim de semana em cartaz) e os R$ 5,7 milhões de Carrossel - O Filme.


Vivendo uma fase pouco lucrativa nas bilheterias, Pixels pode até não representar a volta aos trilhos para Sandler, mas já supera algumas das aberturas na contestada recente leva de filmes do comediante. Com as cifras conseguidas em seu primeiro final de semana, a aventura família superou os US$ 22 milhões da estreia de Tá Rindo do Que? (2009), os US$ 13 milhões de Este é Meu Garoto (2012) e os US$ 14 milhões de Juntos e Misturado (2014). Outra grande decepção deste fim de semana ficou pela apática estreia norte-americana de Cidades de Papel (confira a nossa opinião aqui). Inspirado no popular best-seller de John Green, o adorável romance adolescente estrelado por Nat Wolf e Cara Delivigne arrecadou inesperados US$ 12,5 milhões em três dias, não conseguindo repetir o sucesso inicial de A Culpa é das Estrelas. Pra se ter a noção exata, a critério de comparação, a primeira adaptação cinematográfica da obra de Green faturou US$ 48 milhões no seu fim de semana de estreia e US$ 124 milhões durante toda a sua exibição em solo norte-americano. Com um modesto orçamento de US$ 12 milhões, Cidades de Papel somou também US$ 16 milhões ao redor do mundo, chegando a parciais US$ 28,5 milhões em arrecadação. 

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...