terça-feira, 26 de julho de 2016

No Dia dos Avós confira uma lista com alguns dos velhinhos mais cativantes das telonas


E nesta terça-feira (26) comemoramos mais um Dia dos Avós, uma data geralmente muito celebrada por filhos e netos. Trazendo a voz da experiência, os avós frequentemente se destacam também nos cinemas, ganhando personagens fortes e extremamente adoráveis. Em homenagem a esta importantíssima data, vamos lembrar de alguns dos mais cativantes vovôs e vovós do cinema. E aproveitando o tema, confira também o nosso especial sobre as dez "velhinhas" mais carismáticas da sétima arte.


- Irving Zisman (Vovô sem Vergonha - 2013)



E começamos com uma daqueles avôs ácidos e bem humorados. Interpretado pelo surtado Johnny Knoxville, coberto por uma impecável maquiagem indicada ao Oscar, o ranzinza Irving Zisman encontra um novo rumo para sua vida quando é obrigado a levar o seu neto (Jackson Nicoll) para o seu relapso pai. Apesar das péssimas influências, Irving logo se afeiçoa pelo garoto, vivendo hilárias situações durante este envolvente road-movie. 

- Carl Fredricksen (Up: Altas Aventuras - 2009)


Uma das mais singelas produções da Pixar, Up - Altas Aventuras nos apresentou ao ranzinza Carl Fredricksen. Apesar de não ser propriamente um avô, este senhor constrói uma improvável relação de amizade com o solitário escoteiro Russel, superando através de uma grande aventura a perda do grande amor de sua vida. Dublado no Brasil pelo saudoso Chico Anysio, Carl supera o seu mal-humor para se tornar um daqueles avôs que todo neto gostaria de ter.

- Artie e Diane Decker (Uma Família em Apuros)



Interpretado por dois veteranos da sétima arte, o divertido Billy Cristal e a talentosa Bette Midler, Artie e Diane Decker são os avós que fazem tudo pelos netos. Em Uma Família em Apuros, a dupla entra em ação quando a sua filha precisa iniciar um trabalho mais exigente. Dispostos a cuidar dos netos, os dois são pegos de surpresa ao perceber a rigidez com que a sua filha cuida das crianças. Incomodados com a postura "certinha" dos netos, Artie e Diane decidem mostrar a eles como é ter uma infância de verdade, iniciando assim uma relação de afeto e cumplicidade com as crianças. Longe der ser um filmaço, Uma Família em Apuros é um entretenimento divertido, um longa que cativa ao mostrar este curioso choque de realidades.

- Edwin Hoover (Pequena Miss Sunshine - 2006)



Grande mentor da pequena Miss Sunshine, uma simpática garotinha (Abigail Breslin) com o sonho de se tornar uma miss, Edwin Hoover é um daqueles avôs que conquistam desde sua primeira aparição. Vivido pelo espirituoso Alan Arkin, o vovô Hoover acaba se tornando uma espécie de elo para a sua carismática e inusitada família, mostrando que a experiência pode ganhar voz de maneira completamente particular. Um avô vencedor do Oscar de Melhor Ator Coadjuvante. 

- O Avô (A Princesa Prometida - 1987)


Um habilidoso contador de histórias, o avô vivido por Peter Falk apresenta com todo carinho um mundo de magia encanto para o seu neto doente em A Princesa Prometida. Zeloso enquanto os pais do jovem trabalhavam, o avô supera a desconfiança do neto ao fazer desta história uma verdadeira aula sobre a vida.

- Rainha Clarisse Renaldi (O Diário da Princesa)



Muitas avós são realmente rainhas no coração dos seus netos. Poucas, no entanto, são realmente Rainhas. Em O Diário da Princesa o saudoso Garry Marshall nos apresentou a jornada da atrapalhada Mia (Anne Hathaway), uma jovem pouco popular que, repentinamente, descobre ser a herdeira de uma importante família real. Inicialmente surpreendida, ela se vê obrigada a passar por um processo de transformação, principalmente ao conhecer a sua rígida e elegante avó Rainha Clarisse Renaldi (Julie Andrews). 

- Vovô Joe (A Fantástica Fábrica de Chocolate - 1971)


Num dos grandes clássicos do cinema infantil, A Fantástica Fábrica de Chocolate mostra a determinação de um avô para realizar o sonho de um neto. Interpretado por Jack Albertson, o vovô Joe resolve levantar da cama após vários anos e levar o pequeno Charlie (Peter Ostrum) para conhecer a tão magnífica Fábrica de Chocolate. Como um bom avô, Joe é daqueles que faz de tudo para a alegria do seu neto. 

- Einar Gilkyson (Um Lugar Para Recomeçar - 2005)



Colocando em cheque um grande trauma familiar, o pacato avô Einar Gilkyson tem que tomar uma difícil decisão para proteger a sua neta em Um Lugar para Recomeçar. Enxergando na jovem a dura presença do filho perdido, ele até reluta em se aproximar dela, mas logo cria um vínculo de amizade com a jovem (Becca Gardner) a protegendo de uma ameaça não muito distante. Bela atuação do veterano Robert Redford. 

- Jack Watson (De Volta aos 18)



Esse é um clássico das sessões vespertinas. Dirigido por Paul Flaherty (The Martin Short Show), De Volta aos 18 acompanha a inusitada relação do experiente Jack Watson (George Burns) e o seu neto David (Charlie Schlatter). Na trama, dono de uma personalidade pró-ativa, o veterano Jack era um jovem enclausurado num corpo envelhecido. Por outro lado, o seu neto David era um adolescente recheado de inseguranças, um rapaz pouco popular que levava uma rotina pacata e pouco popular. Por um acaso de destino, no entanto, os dois acabam trocando de corpos após um acidente de carro. Enquanto o jovem David se vê obrigado a permanecer internado dentro do corpo do velho Jack, o seu perspicaz avô resolve aproveitar como ninguém a sua segunda chance e experimentar os benefícios da juventude com energia e empolgação. Em suma, um filme com a cara da década de 1980.

- Royal Tenenbaums (Os Excêntricos Tenenbaums - 2001)


Apesar de ter sido um péssimo pai, o picareta Royal Tenenbaums resolveu se redimir com os seus netos no divertido Os Excêntricos Tenenbaums. Apesar dos ensinamentos pouco ortodoxos, o malandro patriarca resolve conquistar a confiança dos filhos através dos netos, os mostrando o seu inusitado estilo de vida recheado de jogos e trapaças. Numa grande forma, Gene Hackman levou o Globo de Ouro de Melhor Ator de Comédia e Musical. 

- Vovó Annie (A Proposta - 2009)



Contando com o incrível desempenho de Betty White, a vovó Annie é uma daquelas personagens que não precisa de muito para conquistar o espectador. Uma espécie de cúpido da terceira idade, que buscar unir o seu neto Ryan Reinolds à chefe autoritária vivida por Sandra Bullock. Sem dúvida alguma, uma das personagens mais engraçadas desta lista.

- Ella Hirsch (Em Seu Lugar - 2005)



Interpretada pela grande Shriley Mclaine, Ella Hirsch se aproxima das netas na hora certa em Em Seu Lugar. Completamente diferentes uma da outra, as irmãs Maggie (Cameron Diaz) e Rose Feller (Toni Collette) acabam se unindo para se reunir com a sua avó recém-descoberta, encontrando nos ensinamentos desta experiente mulher o caminho do respeito e da ajuda. 

- Ulee (O Ouro de Ulisses - 1997)



Um apicultor veterano de guerra, o turrão Ulee recebe a missão de cuidar de suas netas após a prisão do seu filho e pai delas. Procurando seguir a sua vida, o zeloso avô vivido por Peter Fonda vai precisar deixar a sua fazenda ao descobrir que a mãe de suas netas está na mira do crime organizado. Lutando para manter a sua casa e netas a salvo, ele então resolve seguir o rastro deste grupo, mostrando que um avô pode fazer de tudo para proteger o bem estar de sua família. Fonda, aliás, foi indicado ao Oscar de Melhor Ator por sua atuação.

- Levi Rockwell (O Rochedo de Gibraltar 1988)



Levi (Burt Lancaster) era o típico avo popular. Dono de uma vida repleta de história, ele conquistava os seus netos com o seu comportamento bondoso e com as suas histórias sobre o universo viking. A partir desta premissa pouco reveladora, O Rochedo de Gilbratar se revela um inusitado e agridoce drama familiar. Dirigido por Daniel Petrie, o longa caminha por um terreno no mínimo curioso ao acompanhar o amor dos netos pelo seu querido avô. Além disso, o filme ficou conhecido como um dos primeiros trabalhos do então desconhecido Macaulay Culkin. Recentemente, aliás, o longa ganhou um divertido remake, o ácido O Que Nós Fizemos no Nosso Feriado (2014). 

- Rose Dawson (Titanic - 1997)


Com uma personagem carismática e romântica, cabe a vovô Rose (Gloria Stewart) narrar todos os acontecimentos por trás do naufrágio do Titanic. Como esquecer daquela cena final, onde em posse do diamante Coração do Oceano, ela acaba o jogando ao mar. Um desempenho excelente desta atriz centenária, que faleceu em 2010 aos 100 anos.

- Walt Kowalski (Gran Torino - 2008)


Num dos melhores longas desta lista, mesmo não sendo um avô de sangue Walt Kowalski deixa o seu mal humor de lado para se afeiçoar por dois vizinhos imigrantes em Gran Torino. Numa atuação magistral de Clint Eastwood, o longa acompanha um solitário e viúvo veterano de guerra que enxerga em dois jovens o apreço não dado por sua própria família. Numa relação de companheirismo e respeito, Walt e os adolescentes logo se tornam grandes amigos, construindo uma parceria que determinaria o rumo da vida destes dois garotos. 

- Vovó Addams (A Família Addams - 1991)



Com seus quitutes nada convencionais, a Vovó Addams é uma das mais icônicas personagens desta lista. Interpretada por Judith Malina, a clássica matriarca da família Addams conquista justamente por ser aquela típica avó, sempre zelosa e afetuosa. 

- Vito Corleone (O Poderoso Chefão - 1972)



Longe de ser o exemplo ideal, Don Vito Corleone - sem dúvida - foi um dos grandes avôs que o cinema já construiu. Líder de uma grande organização mafiosa, o personagem vivido pelo grande Marlon Brando sempre valorizou a família, e na última grande cena deste clássico do cinema mostra todo o seu apreço pelo seu netinho. 

- Danny Collins (Não Olhe para Trás - 2015)



O avô mais "novo" nesta lista, o rockstar Danny Collins resolveu mudar o seu estilo de vida para se reaproximar de sua família em Não Olhe para Trás. Convivendo com o sucesso, a fama e as drogas, Danny resolve tentar se reconciliar com o filho após uma grande revelação, se encantando verdadeiramente por sua verborrágica neta. Contando com a grande atuação de Al Pacino, Danny se torna aquele avô babão que todo neto(a) gostaria de ter. 

- Vovô (Se Eu Ficar - 2014)



E pra fechar esta lista o vovô de Se Eu Ficar, um romance teen que vai bem além das expectativas. Narrando a trágica jornada de uma jovem, que fica entre a vida e a morte após um trágico acidente, o longa nos apresenta ao vovô interpretado por Stacy Keach, um personagem que no meio de um grande drama pessoal mostra a serenidade que só um avô pode ter. 

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...