quinta-feira, 13 de agosto de 2015

Top 10 (Agentes Secretos)


E neste final de semana chega aos cinemas brasileiro Missão: Impossível - Nação Secreta (confira a nossa opinião aqui), o mais novo longa da bem sucedida franquia estrelada por Tom Cruise. Sucesso de crítica e de público por onde estreou, o longa dirigido por Christopher McQuarrie (Jack Reacher: O Último Tiro) já faturou mais de US$ 267 milhões ao redor do mundo, comprovando o carisma e a renovação da série liderada pelo do agente secreto Ethan Hawke. Para celebrar o retorno deste icônico personagem do cinema de ação, neste Top 10 Cinemaniac vamos lembrar de dez dos mais legais agentes secretos que Hollywood já produziu.  

10º Robert McCall (O Protetor - 2014)
Oriundo de uma popular série de TV norte-americana, o personagem Robert McCall ganhou uma versão ainda mais 'bad-ass' nos cinemas no intenso O Protetor. Estrelado pelo sempre competente Denzel Washington (O Voo), o letal ex-agente do governo norte-americano volta a ativa quando uma jovem prostituta (Chloe Moretz) é espancada por um cafetão da máfia russa. Disposto a tira-la desta vida, ele oferece nove mil dólares para o chefão para impedir um "estrago" maior. Após uma drástica atitude, Robert acaba entrando em rota de colisão com o crime organizado, ficando na mira do assassino russo Teddy (Marton Csokas). Letal, discreto e solitário, Robert McCall não precisa nem pegar em armas para cumprir a sua missão. Dirigido por Antoine Fuqua (Dia de Treinamento), O Protetor teve um interessante resultado nas bilheterias, e com um orçamento de US$ 55 milhões faturou US$ 192 milhões ao redor do mundo. 

9º Harry Hart (Kingsman: Serviço Secreto - 2015)
Um dos grandes trunfos do elogiado Kingsman - Serviço Secreto, Harry Hart rouba a cena como um elegante e bom de briga agente secreto. Interpretado com energia pelo talentoso Colin Firth (O Discurso do Rei), num personagem completamente distante da sua zona de conforto, Harry - codinome Galahad - é um experiente e fatal agente que resolve escolher um novo nome para a Kingsman. Guardando certo segredo sobre o seu passado, ele enxerga talento no jovem Eggsy (Taron Egerton), um rebelde incontrolável que havia sido detido pela policia. Durante o duro processo de treinamento do seu pupilo, no entanto, Harry terá de impedir o nefasto plano de Valentine (Samuel L. Jackson), um afetado e milionário sociopata que tem nojo de violência. Adaptação das HQ's de Mark Millar e Dave Gibbon, Kingsman conquistou o público por seu humor ácido, pela violência estilizada e pelas empolgantes sequências de ação, faturando US$ 406 milhões nas bilheterias internacionais. 

8º Agente Coulson (Os Vingadores - 2012)
Querido pelos fãs da franquia Vingadores, o agente da S.H.I.E.L.D Phil Coulson se tornou um dos responsáveis no universo por unir o universo cinematográfico da Marvel. Dando vida a um leal e carismático agente secreto, o ator Clark Gregg (Ligados pelo Crime) conquistou o seu espaço em meio a uma série de super-heróis por sua integridade e perícia, se tornando um alicerce de peso para a formação do supergrupo escolhido a dedo por Nick Fury (Samuel L. Jackson). Mesmo sem ser o protagonista da franquia, Coulson se tornou uma parte integrante do bem sucedido universo da Marvel Studios.

7º Jack Ryan (Jogos Patrióticos\Perigo Real e Imediato - 1992\1994)
Um daqueles personagens que já apareceram várias vezes no cinema, Jack Ryan ganhou a sua versão definitiva nos elogiados longas Jogos Patrióticos e Perigo Real e Imediato. Interpretado pelo astro Harrison Ford (Indiana Jones), o primeiro filme começa com Jack Ryan curtindo uma férias com a família em Londres. Durante um passeio ao redor do Palácio de Buckingham, o agente da CIA acaba impedindo um atentado terrorista a um membro da família real. Tratado como herói local, Jack entra na mira do irmão do terrorista (Sean Bean) e passa a ter que proteger a sua família pelas ruas de Londres. Já no segundo, Jack é promovido interinamente como diretor da CIA, e se vê num fogo cruzado ao lidar com um perigoso cartel de drogas Colombiano. Dirigido por Philip Noice (O Colecionador de Ossos), os dois longas inspirados nos livros de Tom Clancy tiveram bons resultados nas bilheterias, faturando - respectivamente - US$ 178 milhões e US$ 215 milhões ao redor do mundo. Além das duas versões estreladas por Harrison Ford, Jack Ryan voltou a brilhar em Hollywood nos longas Caçada ao Outubro Vermelho (1990), que foi estrelado por Alec Baldwin, A Soma de Todos os Medos (2002), que teve Ben Affleck como o agente, e o recente Jack Ryan: Operação Sombra (2014), que trouxe o jovem Chris Pine como o personagem principal. 

6º Agente J (Trilogia Homens de Preto - 1997\2012)
Comprovando o status de astro conseguido por Will Smith na década de 1990, M.I.B - Homens de Preto (1997) nos apresentou ao carismático e marrento Agente J. Recrutado como um agente secreto intergalático, Jay acaba descobrindo que o planeta Terra não está sozinho na galáxia ao entrar para a Men In Black. Ao lado do sisudo agente K (Tommy Lee Jones), que contra a sua vontade é escolhido para ser o seu mentor, Jay precisa não só evitar que os seres extraterrestre assolem o nosso planeta, mas também precisará encara uma asquerosa ameaça interpretada por Vincent D'Onofrio. Contando com o talento de Smith, que vinha embalado pelo sucesso Independence Day (1996), este bem humorado Sci-Fi se tornou um grande sucesso de público ao faturar espetaculares US$ 589 milhões ao redor do mundo. O sucesso foi tanto que o longa, dirigido por Barry Sonnenfeld (O Nome do Jogo), ganhou uma exitosa continuação em 2002, e dez anos depois conseguiu mais de US$ 624 milhões ao fechar a trilogia em MIB 3 (2012). 

5º Harry Tasker (True Lies - 1994)
Remake do longa francês La Totale!, True Lies fez de Arnold Schwarzenegger um letal e espirituoso agente secreto com problemas familiares. Dirigido pelo "midas hollywoodiano" James Cameron (O Exterminador do Futuro), Schwarzenegger interpreta Harry Tasker, um agente norte-americano com vida dupla que está vendo o seu casamento ruir. Ao mesmo tempo em que cumpre as suas missões sempre com louvor, sua vida matrimonial com a "certinha" Helen (Jamie Lee Curtis) vai de mal a pior, fazendo com que ela se arriscasse num flerte com uma relação extraconjugal. Percebendo que o amor de sua vida estava ávida por novas experiências, Harry resolve apimentar o casamento, simulando uma missão para a sua esposa. O que era para ser uma noite de amor, no entanto, ganha contornos insanos quando um grupo terrorista sequestra o agente, levando de tira colo Helen como refém. Numa situação completamente adversa, marido e mulher terão que se unir para se livrar desta ameaça e impedir que os terroristas ataquem os EUA. Com orçamento de US$ 115 milhões, um valor elevado para as produções do gênero do período, True Lies faturou US$ 378 milhões ao redor do mundo, se revelando um sucesso de público e crítica. 

4º Bryan Mills (Trilogia Busca Implacável - 2008\2014)
Ex-agente do governo norte-americano, Bryan Mills precisou colocar todo o seu talento em prática para resgatar a sua querida filha em Busca Implacável. Catapultado à estrela do cinema de ação em 2008, o astro Liam Neeson (A Lista de Schindler) impressionou por sua entrega física ao dar vida a este mortal agente, que "toca o terror" em Paris para impedir que a sua filha (Maggie Grace) se torne uma vítima do tráfico de mulheres. Num dos melhores longas do gênero dos últimos anos, Busca Implacável fez grande sucesso ao redor do mundo, faturando US$ 226 milhões nas principais bilheterias. O sucesso foi tanto que o longa dirigido por Pierre Morel (B13 - 13º Distrito) acabou gerando duas sequências: Busca Implacável 2 (2012) e Busca Implacável 3 (2015). 

3º Jason Bourne (Trilogia Bourne - 2002\2007)
E a nossa medalha de bronze vai para o letal e desmemoriado agente Jason Bourne. Interpretado por Matt Damon, o clássico personagem acabou abalando as estruturas do atual cinema de ação, trazendo realismo e vigor para o até então escapista gênero. Dirigido por Doug Liman (Sr. e Srª. Smith), o longa nos apresentou a este desnorteado agente, um homem que acorda sem qualquer tipo de lembrança sobre o seu passado. Encontrando num chip implantado em seu quadril a única pista para a busca pela sua verdadeira identidade, Jason Bourne passa a ser perseguido por uma série de agentes, iniciando assim uma jornada a procura de respostas. Exímio lutador da arte marcial filipina, Bourne se tornou protagonista de uma elogiada trilogia, que faturou ao redor do mundo mais de US$ 945 milhões. 

2º Ethan Hunt (franquia Missão: Impossível - 1996\2015)
A estrela da lista não poderia ficar de fora. Baseado na séria homônima da década de 1960, Missão: Impossível nos apresentou ao intrépido agente da IMF Ethan Hunt. Responsável por realizar as missões mais mirabolantes, o protagonista interpretado pelo astro Tom Cruise se tornou um dos mais icônicos do gênero, consolidando uma franquia que parece se atualizar a cada novo lançamento. Letal, carismático e inteligente, Ethan apareceu pela primeira vez nos cinemas em Missão: Impossível (1996), o tenso de thriller de ação com toques de espionagem dirigido pelo cultuado Brian de Palma (Os Intocáveis). Na trama, após ver a sua equipe ser massacrada por uma agente duplo, Ethan Hunt terá que não só comprovar a sua inocência, mas também caçar o responsável pela morte dos seus amigos. Embalado pelo estrondoso sucesso nas bilheterias, o primeiro longa faturou US$ 457 milhões em todo mundo, Ethan Hunt voltou aos cinemas por mais quatro vezes, sempre trazendo algo novo para a franquia. Trabalhando ainda com nomes como os de John Woo (O Alvo), J.J Abrams (Star Trek) e Brad Bird (Os Incríveis), Cruise se consolidou através de uma rentável e divertida série de longas, e mesmo cinquentão tem se entregado de corpo e alma as fantásticas cenas de ação. Para os dois últimos trabalhos, aliás, o astro chegou a abrir mão - na medida do possível - dos dublês, fato que só vem trazendo mais veracidade às investidas cinematográficas do agente Ethan Hunt. 

1º James Bond (franquia 007 - 1963\2012)
E a primeira colocação não poderia ir para outro agente. Inspirado na série literária de Ian Fleming, James Bond se tornou um personagem recorrente nas seis últimas décadas. Interpretado por seis atores diferentes, o charmoso e mortal agente inglês se tornou um dos protagonistas mais simbólicos da cultura pop, popularizando os filmes de espionagem ao redor do mundo. Estrelado inicialmente pelo talentoso Sean Connery, que participou de seis longas, a série ficou marcada não só pelas missões do agente 007, mas também por seus inesquecíveis vilões, pelas sexy's Bond Girl's e pelas traquinagens utilizadas por ele. Ao longo de 24 produções, o protagonista foi passando de mão em mão, sendo vivido por nomes como os de George Lazenby (A Serviço Secreto de Sua Majestade), Roger Moore (em sete longas), Timothy Dalton (Marcado para a morte e Permissão para Matar), Pierce Brosnan (007 contra GoldenEye, O Amanhã Nunca Morre, O Mundo Não é o Bastante e Um Novo Dia para Morrer) e pelo atual Daniel Craig (Cassino Royale, Quantum of Solance, Skyfall e o ainda inédito 007 contra Spectre). 

- Agentes - não menos - especiais

- Johnny English (Johnny English e O Retorno de Johnny English - 2003\2011)
Rowan Atkinson (Mr. Bean) brilha numa divertida sátira envolvendo o clássico James Bond.

- Maxwell Smart (Agente 86 - 2008)
Inspirado na popular série de TV norte-americana, o agente 86 despontou nos cinemas numa hilária versão estrelada por Steve Carell. 

- Austin Powers (Trilogia Austin Powers - 1997\2002)
Satirizando algumas das principais franquias envolvendo os filmes de espionagem, com destaque óbvio para a série 007, Mike Myers fez de Austin Powers um agente secreto extravagante e completamente afetado. 

- Bradley Fine (A Espiã que Sabia de Menos - 2015)

O agente mais recente desta lista, Badley Fine roubou a cena no divertidíssimo A Espiã que Sabia de Menos (confira a nossa opinião aqui).

Um comentário:

Julio Brito disse...

Faltou os Agentes Secretos dos anos 60:
Napoleon Solo e Irya Kuriaki da série "O Agente da Uncle"
O Derek Flint de James Coburn
O James West de Robert Conrad
O Matt Helm de Dean Martin
O Harry Palmer de Michael Caine

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...