domingo, 13 de julho de 2014

Cinemaniac Indica (Minha Nova Vida)

Alguns filmes - infelizmente - praticamente passam despercebidos pelo grande público. Ou melhor, quase... Lançado diretamente em DVD no Brasil, o drama Minha Nova Vida é um desses exemplos que mereciam maior destaque. Dirigido por Kevin Macdonald, do premiado O Último Rei da Escócia, esse longa de aparência "teen" surpreende pelo tom pesado com que desenvolve a sua interessante premissa. Apostando no talento da jovem Saoirse Ronan (Desejo e Reparação), esse drama mostra, sob o ponto de vista de quatro jovens, quais seriam as consequências de uma nova grande guerra dentro da Europa. 



Inspirado no livro Minha Vida Agora, da escritora Meg Rosof, Macdonald subverte a obra original ao narrar a história da jovem Daisy (Ronan), uma nova-iorquina rebelde que desembarca na Inglaterra para passar férias com os seus primos. Incomodada com o modo de vida deles, Daisy parece não ter muita paciência com os mais novos Issac (Tom Holland) e Piper (Harley Bird). Ela, porém, não demora muito para se sentir atraída pelo mais velho, Eddie (George MacKay), um rapaz calado que assume os cuidados da família em função da ausência dos país. Quando Daisy começava a se adaptar ao novo estilo de vida, um ataque nuclear a Londres acaba ativando a Lei Marcial no país. Distantes da zona de conflito, o quarteto tenta sobreviver aproveitando os dias de liberdade, sem saber que os perigos estão mais próximos do que eles esperavam.


Explorando a tensão inerente a qualquer grande conflito, Macdonald mostra a sua usual habilidade ao preparar uma interessante quebra de ritmo no longa. Construindo, inicialmente, uma trama de aparência inofensiva, com direito a fotografia iluminada e paisagens bucólicas, a tensão ganha corpo de forma gradativa e inspirada. Assumindo o ponto de vista dos quatro jovens, o roteiro assinado pelo trio Jeremy Brock, Tony Grisoni e Penelope Skinner faz um grande trabalho ao subverter a obra literária. Ao omitir a exata proporção e as motivações por trás deste conflito, o argumento é habilidoso ao construir a ameaça em torno dos jovens, torando o espectador uma espécie de refém da contundente trama. Contando com a expressiva fotografia do alemão Franz Lustig, Macdonald enfatiza a sensação de perigo iminente, mostrando de forma sútil, mas impactante, todas as mazelas que cercam uma guerra. Apesar de não economizar na violência, o diretor demonstra sensibilidade ao conduzir esses momentos, utilizando de simbolismos para amenizar algumas situações mais chocantes. Uma opção surpreendente, diga-se de passagem, já que está é uma adaptação de uma obra voltada ao público adolescente.


Os mais jovens de plantão, no entanto, não precisam se desesperar. Demonstrando destreza para flutuar entre os gêneros, Kevin Macdonald é preciso ao desenvolver o romance envolvendo Daisy e Eddie. Sem perder muito tempo com situações descartáveis, a boa química do casal é utilizada para construir a relação que é o foco central da obra literária. Assumindo a missão de protagonizar esta adaptação, Saoirse Ronan mais uma vez não decepciona. Com grande maturidade em cena, a mudança de comportamento da atriz chama a atenção, indo da mimada à destemida de forma extremamente convincente. Uma personagem cheia de metas, de neuras, que passa aplicar as suas próprias regras em um contexto completamente diferente. Ronan, inclusive, é seguida de perto pela jovem Harley Bird, a grata surpresa deste longa. Muito bem conduzida por Macdonald, a jovem brilha com o seu jeito inocente em meio ao conflito. Ainda que o roteiro se concentre no ponto de vista feminino, Tom Holland repete o bom desempenho do ótimo O Impossível, conseguindo exibir todo o seu carisma em cena.


Uma versão mais realista de Jogos Vorazes, Minha Nova Vida surpreende pela forma intensa como revela as consequências de uma "fictícia" guerra. Apostando numa trama que, em mãos erradas, poderia virar um desses descartáveis romances juvenis - o que também não é o caso da franquia estrelada por Jennifer Lawrence - Macdonald nos apresenta uma drama repleto de densidade e vigor. Uma interessante perspectiva sobre as reações dos jovens diante da eclosão de um grande conflito armado.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...