quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Cinemaniac Indica (Mandela: A Luta pela Liberdade)

Aproveitando o último post, que tráz o excelente trailer do mais novo trabalho de Clint Eastwood, o cinemaniac indica de hoje vai também falar da Africa do Sul e a luta pelo fim do aparthaid. Snceramente, não sei porque este filme não foi muito bem aceito pela critica especializada. Com um excelente elenco, e uma ótima história, sem dúvida Mandela: Luta pela Liberadade, é uma obra necessária para quem busca conhecer um pouco mais sobre a figura incrível que foi Nelson Mandela.
Narrado sob o ponto de vista do carcereiro, que durante duas décadas esteve por perto de Mandela, o filme mostra com fidelidade não só a situação sul-africana durante o Aparthaid, como a politica desta minoria branca. Baseada na segregação e na exclusão, esta minoria controlava o país de imensa maioria negra em função da centralizãção do poder e principalmente do capital. Incentivando a segregação, o filme consegue mostrar bem como a figura do negro era colocada pela mídia, e como esta minoria branca, que em grande parte nem era tão preconceituosa, acabava sendo influenciada por esta propaganda negativa. O interessante do filme é que além de mostrar a figura integra e ao mesmo tempo dura de Nelson Mandela, ele consegue destacar como funcionava a sociedade sul-africana, enfocando principalmente na vida do carcereiro, que passa a ter grande importancia para o regime, quando começa a ter um bom relacionamento com Mandela.

Apesar da excelente história real, o filme teve grande êxito justamente por ter uma boa direção e um ótimo elenco. Joseph Fiennes vai muito bem na pele do carcereiro que queria mostrar uma coisa que na verdade não era. Diane Kruger, que interpreta a esposa de Fiennes, também arrebenta na pele da influenciada e até certo ponto fútil esposa do carcereiro. Agora, o grande destque do filme fica pela interpretação segura e emocionante de Dennis Haysbert, que vai muito bem interpretando Nelson Mandela.

O filme conta a história do período de 20 anos em que o revolucionário Nelson Mandela ficou preso, mostrada através das memórias de um guarda de prisão racista que teve sua vida completamente alterada pela convivência com o líder da África do Sul.

Enfim o longa dirigido por Billie August é uma excelente pedida para aqueles que buscam conhecer um pouco mais sobre grandes figuras da nossa história. Me arrisco a dizer para aqueles que vão assistir ao novo filme de Eastwood, cujo tema é a Africa do Sul pós-aparthaid, que Mandela: Luta Pela Liberadade é sem dúvida uma pedida obrigatória. Espero que todos gostem.

2 comentários:

Ricardo Martins disse...

Quero ver esse filme, já o encontrei mas nunca parei para vê-lo! Mas algo que eu estava enganado era que pensava que Mandela fosse feito por Denzel Washington. Mas a pouco descobri que não!

Mas ótima dica e obrigatória e aconselhável mesmo para quem quer ver Invictus!

ABRAÇO

thicarvalho disse...

Ricardo apesar de não ser Denzel, a interpretação é semelhante as de Denzel, que diga-se de passagem, arrebenta. Veja sim porque é um excelente filme. Obrigado pela visita.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...